- Publicidade -

As garrafinhas plásticas (PET) são utilizadas principalmente por indústrias de refrigerantes e sucos. Estatísticas apontam que elas movimentam um mercado de bilhões de unidades anuais, somente no Brasil das quais 53% não são reaproveitadas, ou seja, são descartadas na natureza contaminando lençóis freáticos, rios e solos.

No Canadá mais de 235 mil toneladas são geradas e apenas 36% deste material são recuperados ou reciclados, segundo estudo da Environment and Plastics Industry Council (EPIC), no Canadá.

Foi pensando neste consumo exagerado e na falta de preocupação ambiental que os designers canadenses resolveram investir em uma forma de solucionar esta questão. Ao invés de deixar garrafas de plástico usadas acabarem em aterros sanitários, o estúdio de design "Human Republic" (HR), resolveu o problema com uma abordagem criativa onde as garrafas de água podem ser transformadas em vasos de flores, reutilizando-os de forma criativa.

- Publicidade -

Denominado como SOB (Save Our Bottles) ou em tradução livre “Salve suas garrafas” o projeto é diferente de seu vaso comum. Ele saiu da realização do estúdio HR que acredita que as garrafas de plástico estão sendo usadas e abusadas em um ritmo alarmante.

A solução encontrada por eles foi dar a essas garrafas uma segunda chance e um novo propósito na vida, o chamado UpCycle, desta vez como um vaso.

Neste projeto, as garrafas de água ficam suspensas em uma armação de metal, de aço inoxidável, contornado como o espírito de um vaso de flores clássico, e, segundo eles, cada frasco de água suspensa representa o coração e a alma.

Os vasos estão disponíveis em dois tamanhos: pequeno (com apenas uma garrafa) ou grande (que reutiliza três garrafas) e ambos estarão disponíveis no mercado até o final deste ano (2011). O vaso simples custará 65 dólares canadenses e o vaso triplo sairá por 75.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -