- Publicidade -

O designer chinês Junjie Zhang, criou um suporte de guarda-chuvas ideal para os dias chuvosos. O conceito por trás do objeto é aproveitar a água da chuva que trazemos, sem querer, para dentro de casa para gerar novas formas de vida.

O suporte tem forma retangular e pode ser deixado ao lado da porta. Ele possui uma tela com pequenos furos de 3 milímetros, onde a ponta do guarda-chuva pode ficar encaixada. O suporte é composto por várias camadas. A superior é uma rede que deixa passar a água até uma sementeira que encontra-se na camada do meio. A sementeira, já vem equipada com algumas sementes de grama pré-semeadas e usa a água que pinga, como regador. Basta deixar o guarda-chuva molhado virado de cabeça para baixo, para que a água escorra até a semente que irá brotar.

Em épocas de chuvas, a água escorre pelo guarda-chuva e passa pelos buracos do Green Trace, permeando o tecido abaixo e deixando a superfície do suporte parecida com uma pintura. As sementes da última camada absorvem a água escorrida e crescem para fora da tela. A planta crescerá nos pontos onde o guarda-chuva fica encostado, mostrando aos poucos os hábitos dos usuários. As plantas também irão ajudar a segurar o guarda-chuva a medida em que crescem.

- Publicidade -

Os furinhos na superfície do Green Trace servem para escoar a água e também que possa entrar luz e ar para a planta. A água escorrida de um guarda-chuva pode manter uma planta viva por cinco dias. Mas mesmo se não tiver chuva é possível regar as plantas diariamente.

De acordo com Zhang, a ideia partiu do princípio que ações humanas aleatórias podem gerar novas formas de vida, e da filosofia chinesa de que somente respeitando a natureza a humanidade pode sobreviver. 

- Publicidade -