O projeto desta sala de aula ao ar livre é do escritório de arquitetura AP+E e foi criado especialmente para uma escola irlandesa. Além de toda a preocupação pedagógica envolvida na ideia, o design seguiu modelos que relembram as instituições de ensino do país nos séculos 18 e 19.

O espaço foi apelidado de Hedge School e foi o vencedor de uma competição cujo intuito era criar salas de aula interativas e sustentáveis para crianças. A base da estrutura é feita em madeira e o seu formato oferece diversos usos e divertimentos.

Foto: AP+E
Foto: AP+E

Os arquitetos integraram diferentes tipos de vegetação à sala de aula. Assim, ao mesmo tempo em que brincam, os professores podem trabalhar as questões da natureza e de agricultura com as crianças, que têm a oportunidade de plantar vegetais e acompanhar todas as etapas de seu desenvolvimento.

Foto: AP+E
Foto: AP+E

Em entrevista ao Dezeen, site especializado em design, Jeffrey Bolhuis, um dos responsáveis pelo projeto, explicou que o projeto tinha como prioridade a utilização de materiais naturais e sustentáveis, que se adaptassem ao contexto externo e fossem, ao mesmo tempo, duráveis.

Foto: AP+E
Foto: AP+E

Por ser recente, o espaço ainda tem plantas pequenas e caixas para plantios futuros, feitos pelas próprias crianças. Mas, a expectativa é de que conforme os elementos naturais vão se desenvolvendo, a sala de aula se torne ainda mais verde, confortável e acolhedora.

Foto: AP+E
Foto: AP+E

Este é mais um exemplo de como a educação pode ser trabalhada além das quatro paredes das salas de aula tradicionais.

Redação CicloVivo