A Universidade da Califórnia, nos EUA, alugou um edifício pré-fabricado para acomodar seus estudantes. Com 22 unidades, a moradia batizada de “Shattuck Studios” foi incrivelmente construída em somente quatro dias.

Painéis de madeira e aço inoxidável estão entre os materiais usados na unidade. Os módulos estão empilhados em uma fundação convencional e a eletricidade, encanamento, telhado e outras infra-estruturas foram adicionados posteriormente.

O complexo habitacional é o primeiro modelo pronto das “MicroPADs”, marca registrada de Patrick Kennedy. Em entrevista ao site norte-americano Curbed, ele explica que os módulos são transportados e dispostos, por meio de guindaste, até o local da construção. Cada casinha MicroPAD é projetada para se encaixar perfeitamente como peças de Lego.

Por dentro da casa

Nas paredes dos cômodos, cores sóbrias. No chão, piso de bambu e azulejo. Com 28 metros quadrados, a moradia tem estilo minimalista. Há banheiro, closet, uma sala com cozinha compacta e um sofá que se transforma em cama queen-size. 

Dentro do complexo residencial não há elevador nem estacionamento para carros, em contrapartida possui 22 vagas para bicicletas. Além disso, conta com uma área de lazer ao ar livre para uso compartilhado.

Este será o local que alguns estudantes da Universidade da Califórnia vão chamar de lar pelos próximos três anos -, tempo de contrato firmado entre a instituição e a empresa de Kennedy, a Panoramic Interests.

Por anos, o empresário tenta pressionar São Francisco (quarta cidade mais populosa da Califórnia) a usar o modelo para construir casas populares em propriedades públicas abandonadas. Sua ideia inicial era usar a tecnologia MicroPAD para suprir a falta de moradia acessível para os sem-tetos.