É muito comum que em demolições muitos materiais que poderiam ser reaproveitados acabem indo para o lixo. No entanto, a empresa de construção civil Nobre Demolidora trabalha para reverter esse quadro, garantindo que esses resíduos ganhem uma destinação muito mais útil.

"Nosso trabalho envolve muito mais do que o processo da demolição em si. Buscamos preservar os materiais de construção para serem reaproveitados. Todos os materiais são tratados e revendidos em nosso depósito”, declara a empresária Eliane Nóbrega.

Aproximadamente 80% dos materiais provenientes da demolição são reciclados e transformados em matéria-prima. Somente em 2014, a empresa reciclou perto de 1,5 mil toneladas de materiais como ferro, metal e aço, além de outras 500 toneladas de vidros e plástico.


Foto: Divulgação

Para completar, toda a madeira é recuperada, transformada em novos produtos, como portas e moveis, e revendida pela própria empresa. No ano passado, por exemplo, a companhia retirou 1,8 mil toneladas em suas obras. A “transformação” ocorre em um galpão próprio de 300 m² localizado no município de Cotia (SP).


Foto: Divulgação

“Esse reaproveitamento proporciona aos clientes, por exemplo, um grande desconto em sua demolição. Fazemos a nossa parte cuidando do meio ambiente e retornando os materiais para a construção civil", completa Eliane.

Como reflexo dessa atuação, a empresa recebeu o Selo Verde categoria Ouro, que demonstra que a empresa está de acordo com as normas e políticas públicas de preservação ao meio ambiente. 

 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.