Um guia turístico ilustrado que mistura realidade e ficção. É assim que a espanhola Ángela León define seu livro, que apresenta pontos da capital paulista por meio de desenhos, anotações, citações de textos acadêmicos, depoimentos políticos e até letras de música.

Apesar de mostrar lugares turísticos da cidade, não há intenção de ser um guia prático. Pelo contrário, há uma visão muito pessoal nas páginas do “Guia Fantástico de São Paulo”. Por vezes, os desenhos são uma mescla de elementos reais, com realidades do passado e de projetos que foram pensados para aquele local, mas que não foram concretizados.

Transmitir a cidade de uma maneira tão lúdica tem, sem dúvidas, influência de seu trabalho no coletivo Basurama – grupo que utiliza materiais que seriam descartados para criação de brinquedos e parquinhos. As ações transformam muitos pontos que são deixados de lado pelo poder público e a ideia de vários projetos já implantados na capital foram baseados em sonhos do que poderia ser feito para se ter uma cidade melhor.


Brincando no Minhocão. Crédito: Ángela León

Além disso, o livro retrata o “olhar estrangeiro” de Ángela na capital. “O Guia não pretende ser um projeto sério e rigoroso. A ideia é refletir sobre a cidade e suas idiossincrasias, apresentar alternativas positivas à realidade e brincar com as expectativas das pessoas que não a conhecem e com o formato de guia turístico. Também documenta meu encontro com a cidade como estrangeira; o projeto começou quando vim morar aqui, como uma maneira de conhecer São Paulo e de valorizar todo o seu potencial”, explica a designer.

Para conseguir verba suficiente e realizar o trabalho de produção, divulgação e, principalmente, impressão da obra, o projeto foi colocado no site de financiamento coletivo Catarse, alcançando a meta estipulada em menos de dois meses. Agora, os livros podem ser adquiridos nas seguintes livrarias: Monkix, na Vila Madalena, Bookstore, na República, e Banca Tatuí, na Vila Buarque.

Confira abaixo algumas ilustrações da publicação:


Sesc Pompeia. Crédito: Ángela León


Zona Cerealista, Brás. Crédito: Ángela León


Piscina nos rios da cidade. Crédito: Ángela León


De trem para o litoral. 
Crédito: Ángela León


Biblioteca Parque Augusta. 
Crédito: Ángela León


Sacadas tropicais. Crédito: Ángela León


Parque Minhocão.
Crédito: Ángela León


Cobertura verde. Crédito: Ángela León 

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.