cúpulas de terra
Foto: Matthew Prosser

É no arquiteto Antoni Gaudí e, principalmente, nas linhas da natureza que o permacultor Matt Prosser busca inspirações para suas obras. Unindo bom gosto e materiais disponíveis localmente, ele criou uma casa singular na Turquia – que em nada perde para os apartamentos “instagramáveis”.

A residência é composta por três cúpulas, sendo dois quartos e uma sala de estar. A ideia era que a construção fosse como uma obra de arte e ao mesmo tempo funcional. Prosser também queria criar algo que “respeitasse e se fundisse com a paisagem”. 

Com todos esses itens em mente, o permacultor deu forma a uma casa em que prevalece as linhas curvas. Além das paredes, o teto é alto e abobadado e as janelas são redondas. Claraboias trazem a luz natural para o interior de cada cômodo. 

O uso de terra e rebocos naturais são a base da construção. Mas, ele ainda aplicou Tadelakt – um material feito de gesso de cal para impermeabilizar superfícies e que é bastante usado na arquitetura marroquina. 

Outro recurso empregado na casa foi a ventilação cruzada para manter o ambiente fresco durante os meses de verão. Também a estrutura de tijolos de 15 cm contribui para o isolamento e conforto térmico.

A escolha por tons neutros, que vai desde as paredes de terra até os objetos, ganham vivacidade com alguns toques de laranja. Ainda assim predomina o minimalismo. Poucos itens entraram na decoração e alguns ajudam a otimizar o espaço, como a beliche e a pequena livraria aos pés da cama. 

Todos essas escolhas fazem com que possa não parecer à primeira vista, mas a residência em forma de cúpulas possui apenas 44 m2. Ainda assim, tem tudo que um morador necessita: cama, mesa com cadeiras, sofá, fogão, refrigerador, escrivaninha. Para caber tudo isso, a maioria dos móveis e eletrodomésticos possuem tamanhos bem menores do que os encontrados em lares tradicionais. 

“Não há linhas retas em uma cúpula, apenas formas fluidas que imitam a natureza. Na verdade, há algo muito especial em estar dentro de uma cúpula, parece que você acabou de entrar em um espaço sagrado, as cúpulas têm uma qualidade mágica. Este é um sentimento compartilhado por muitas das pessoas que estiveram ou viveram nas cúpulas que construí”, afirma o permacultor em seu site Holistic Progression Designs.