A Shangai, empresa chinesa de construções, desenvolveu uma tecnologia capaz de criar casas sustentáveis e de baixo custo. A companhia usa uma impressora 3D e concreto reciclado para construir as residências em apenas um dia.

As impressoras 3D têm sido aliados importantes em projetos sustentáveis. Além de facilitarem e tornarem mais acessível a criação de itens que por muito tempo foram apenas conceito, elas também permitem o uso de diversos tipos de matéria-prima com impacto ambiental reduzido.

Este é o caso da pequena vila de abrigos sustentáveis criada pela Shangai. No lugar do plástico, a impressora 3D libera “fatias” de placas em concreto reciclado, feito de resíduos de construção, resíduos industriais e outros rejeitos.

Foto: 3dprinterplans/Winsun

Através de uma parceria com a Winsun, a Shangai pretende construir cem máquinas que aproveitam os resíduos para a construção. Produzindo em larga escala é possível reduzir ainda mais os custos da obra.

A expectativa é de que cada uma das residências seja construída com menos de cinco mil dólares, tornando-as acessíveis às comunidades de baixa renda.

Foto: 3dprinterplans/Winsun

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.