Um estúdio de arquitetura da Austrália construiu um bangalô utilizando entulhos de materiais de construção. A residência, instalada em Melbourne, tem pouco mais de 120 metros quadrados e conta com sistema de eficiência energética.

As paredes do bangalô foram construídas com blocos de concreto encontrados no entulho, empilhados com tijolos novos, para potencializar a sustentação. A fachada da casa, de design arrojado, foi elaborada com madeiras encontradas no lixo, que também serviram para produzir as escadas da residência e alguns móveis.

De acordo com os arquitetos da WoodWoodWard, o objetivo do bangalô é difundir um projeto que se torne referência em arquitetura sustentável. Assim, os criadores se esforçaram para reunir os materiais que foram descartados de uma obra e aproveitaram boa parte das sobras que seriam jogadas no lixo.

O projeto também inclui medidas para reduzir o consumo de energia ao máximo. No telhado, foram instalados painéis solares que garantem a geração de energia limpa, e o teto ganhou claraboias em formato de diamante, as quais proporcionam não só a iluminação natural, como também a ventilação cruzada, técnica que pode substituir o uso do ar condicionado para climatizar o interior do bangalô. Com informações do InHabitat.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.