Inicio Vida Sustentável Cidades brasileiras têm lei que incentiva o plantio de árvore a cada novo bebê

Vida Sustentável

Cidades brasileiras têm lei que incentiva o plantio de árvore a cada novo bebê

O projeto “Uma Criança, Uma árvore” disponibiliza uma muda a cada criança nascida.

15 de julho de 2016 • Atualizado às 14 : 55

Em quase todas as cidades brasileiras que abraçaram este projeto, as famílias participantes recebem um certificado. | Foto: iStock by Getty Images

Cidades brasileiras têm lei que incentiva o plantio de árvore a cada novo bebê
12.00K
0

A conscientização sobre o cuidado com o meio ambiente deve começar desde cedo e, de preferência, logo após o nascimento. Este é o intuito do projeto “Uma Criança, Uma árvore”, que disponibiliza uma muda a cada criança nascida. A ideia já se tornou lei não obrigatória em muitas cidades brasileiras e tem colaborado com a recuperação ambiental.

O município paulista de São José do Rio Preto foi um dos primeiros a transformar a ideia em lei. Desde 2003, a prefeitura disponibiliza uma muda de árvore nativa da região a cada pai no momento do registro do filho. No entanto, por não ser obrigatório, nem todos os pais comemoram o nascimento com o plantio.

Em Itaperuna, no Rio de Janeiro, o funcionamento é ainda mais eficiente. Lançado em janeiro de 2015, o programa prevê que o plantio possa ser realizado pela própria Secretaria de Meio Ambiente, mediante a autorização dos pais. Mesmo assim, é necessário que os responsáveis pela criança demonstrem interesse em participar, assinando um termo de adesão e apresentando os documentos que comprovem o nascimento.

Em quase todas as cidades brasileiras que abraçaram este projeto, as famílias participantes recebem um certificado de que a criança participou e, logo ao nascer, já se tornou amiga da natureza. Além disso, as mudas são entregues com plaquinhas com a descrição sobre a espécie utilizada e a data de nascimento do bebê que a representa.

Em Penápolis, no interior de São Paulo, durante os cinco primeiros anos do projeto já haviam sido plantadas 1.500 novas mudas. No entanto, algumas cidades passam por um período de baixa adesão. Como é o caso de São José do Rio Preto (SP), uma das primeiras cidades a adotarem a ideia. Em notícia publicada pela TV Tem, as autoridades municipais informaram que o número tem caído a cada ano. Em 2013 foram plantadas 38 mudas através do projeto. No ano seguinte foram apenas 36.

Algumas das cidades que possuem o projeto “Uma criança, uma árvore” são: Passos (MG), São Caetano do Sul (SP), Sorocaba (SP), Diamantina (MG), Tramandaí (RS), Guarapari (ES), Ituverava (SP), Clevelândia (PR), entre outras.

Clique aqui e conheça a aldeia indiana que planta 111 árvores para cada menina que nasce.

Redação CicloVivo

(11996)

logo
Fechar
Abrir
logo