caroço de abacate cabelo
Foto: Baylee Gramling | Unsplash
- Publicidade -

Os cabelos precisam de cuidado durante todo o ano, mas é no verão que a atenção deve ser redobrada. E com o fim da estação, os fios costumam ficar ressecados, quebradiços e com frizz pela grande exposição ao sol, mar e ao cloro da piscina.

A tricologista Viviane Coutinho explica que os cabelos sofrem variações de acordo com as estações e defende os cuidados específicos após as agressões sofridas durante a estação mais quente do ano.

“Os raios solares precipitam ou aumentam a queda dos cabelos de um a quatro meses depois de seu ápice, que é o verão. Três meses depois vem o outono, trazendo o chamado eflúvio telógeno decorrente do sol de verão”, afirma.

- Publicidade -

Para um tratamento eficaz, deve-se começar a usar produtos específicos para o verão. Eles possuem, em sua fórmula, elementos hidratantes e protetor solar para os fios, que ajudam a evitar mais danos. Quem opta por usar os cabelos lisos, deve investir em termoprotetores que diminuem os danos causados por secadores, chapinhas e babyliss.

Viviane explica o passo a passo de ouro para a recuperação das madeixas:

“O ideal é investir em hidratações em casa a cada 20 ou 30 dias e usar um shampoo mais adstringente a cada 15 dias, que irá proporcionar uma maior limpeza. Já com os profissionais especializados, como em salões e consultórios de terapia capilar, há opções de reposições proteicas para proporcionar maior resistência nos cabelos”, explica.

caroço de abacate cabelo
Foto: Lesly Juarez | Unsplash

Vale frisar que cada tipo de cabelo deve ser tratado de um modo. Os cabelos com química, já fragilizados ficam quebradiços e ressecados e precisam de produtos específicos. O ideal é unificar tratamentos de salão de beleza com shampoo e condicionador para cabelos quimicamente tratados. Já os cabelos loiros, além de danificados, podem ficar esverdeados pela ação do cloro. Para evitar o processo, deve-se enxaguá-los com água doce, após o banho no mar ou piscina.

Em todos os casos, os fios devem ser lavados com água morna a fria, o que mantém o brilho e a maciez. A reposição lipídica também é uma ótima opção, com o uso de óleos, de acordo com a necessidade – como o de argan, abacate e macadâmia, por exemplo. E havendo queda, é extremamente importante a procura por um profissional que saiba avaliar os problemas e soluções para o dano.

“A partir dessa etapa, o especialista faz um acompanhamento do tratamento escolhido, que é totalmente personalizado e voltado para as necessidades do couro cabeludo e da fibra capilar”, finaliza Viviane.

LEIA MAIS:

- Publicidade -