Uma pesquisa elaborada pela Universidade de Exeter, na Inglaterra, comprovou que o contato com o ambiente da praia reduz o estresse e estimula as pessoas a praticarem atividades físicas, trazendo benefícios à própria saúde. Por meio de experiências, os cientistas também descobriram que os moradores de cidades litorâneas têm uma saúde melhor e vivem por mais tempo.

O estudo apurou também que as pessoas têm até a sensação de serem mais saudáveis quando vão às praias, e, por isso, preferem viajar para o litoral nas férias. Além disso, a maioria dos participantes da pesquisa, realizada na Europa, se mostrou disposta a pagar mais caro por uma acomodação com vista para o mar quando visitam as cidades costeiras. De acordo com os pesquisadores, a menor parte das pessoas se importa com as ameaças encontradas no litoral, como problemas de saneamento básico, tempestades, tsunamis e outros fenômenos.

Os benefícios trazidos pelo mar não se restringem à população mais rica, que pode desfrutar de uma infraestrutura mais completa no litoral. Pelo contrário: de acordo com o estudo, as pessoas mais pobres assimilam um maior bem-estar quando estão em contato com a praia, e os efeitos são mais latentes ainda nas comunidades desfavorecidas social e economicamente, como os pescadores.

O estudo reúne uma série de dados e foi apresentado durante uma conferência sobre avanços científicos na Europa. Desde o século XVIII, médicos indicavam banhos de mar aos pacientes para o tratamento de várias doenças. Segundo o site Mother Nature Network, a equipe vem concentrando seus esforços para analisar os efeitos fisiológicos surtidos pelo contato com o litoral.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.