Um estudo realizado na universidade de Essex, no Reino Unido, concluiu que as mulheres reciclam mais do que os homens. A pesquisa ainda afirma que os casais têm mais facilidade em descartar corretamente o lixo do que as pessoas que não vivem com um parceiro.

 Os pesquisadores entrevistaram dois mil homens e mulheres solteiras, e tudo leva a crer que eles reciclam bem menos do que elas. Segundo os dados, 58% dos britânicos fazem a reciclagem do lixo que produzem.  Com as solteiras, é diferente: 69% disseram que reciclam algum material.

O grupo de estudo também entrevistou três mil casais, e concluiu que as pessoas que têm um parceiro reciclam mais do que os solteiros. Ao todo, 79% dos casais entrevistados disseram reciclar o lixo que produzem. A pesquisa deverá fazer parte do relatório Understanding Society, encomendado pelo Conselho de Pesquisa Econômico e Social, para analisar os hábitos domésticos dos britânicos.

De acordo com especialistas, os casais têm mais facilidade em descartar corretamente o lixo porque as mulheres ainda assumem a maior parte das tarefas domésticas. No entanto, se o casal está acostumado a dividir as atribuições caseiras, a situação fica igualada, pois é na hora de preparar as refeições e de lavar a louça que a separação dos resíduos para a reciclagem é mais comum.

Até agora, não foi realizada nenhuma pesquisa para avaliar os hábitos de reciclagem do povo brasileiro. No entanto, é possível relacionar a pesquisa de gênero ao país, uma vez que aqui também a maioria das mulheres assume as tarefas de casa. Com informações do The Guardian.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.