Por Ana Lúcia Machado

Ser criança hoje em dia não está fácil. Crianças têm sofrido com a violência urbana e suas consequências – vivem em espaços reduzidos, em ambientes fechados, e na maioria das vezes conectadas à algum aparelho tecnológico, distante do ritmo orgânico do mundo natural.  

São submetidas cada vez mais cedo à pressão escolar e ainda arcam com agendas lotadas de atividades extracurriculares. Elas estão sendo enquadradas às demandas da sociedade contemporânea que está  preocupada com a formação acadêmica das crianças para o mercado de trabalho.

O resultado de tudo isso está nos consultórios médicos onde as queixas dos pais e filhos  aumentam a cada dia. Tornou-se comum crianças diagnosticadas com ansiedade, depressão, medo, etc. Nunca a infância foi tão medicada por males psíquicos.

Diante desse novo cenário, é preciso criar na rotina da criança pausas para respirar ao ar livre e vivenciar o lúdico. É preciso dar espaço para a alma se expressar, e a imaginação voar.

4 atitudes em prol do bem estar infantil 

1.Assegure todos os dias um tempo para a criança brincar livre, longe das telas

Brincar proporciona à criança o desenvolvimento de importantes habilidades – destreza corporal, escuta, interações sociais, equilíbrio emocional, etc. O brincar é um treino para amadurecimento e conquista dessas competências.

2.Reserve diariamente um período de contato com a natureza

Pesquisas pelo mundo afora revelam que mais tempo em contato com a natureza, regula hormônios, reduz a agressividade, hiperatividade e obesidade, entre muitos outros benefícios. Saiba mais, leia.

3.Garanta momentos de ócio, em que a criança fique sem fazer nada

Essa é a oportunidade que a criança tem de entrar em contato com seu mundo interior, exercitar a fantasia, a criatividade e desenvolver a concentração. A conexão consigo mesma promove a autoregulação e equilíbrio emocional.

4.Selecione uma horinha para a expressão do mundo interior da criança

Dê à ela papel, giz de cera, tinta guache, massinha ou argila para modelar, etc.

Nietzsche, dizia que “a arte existe para que a realidade não nos destrua”. A criança encontra na arte, uma forma de expressão do seu mundo interior, além de um exercício da força da imaginação.

Atitudes simples que não custam nada. Aproveite e desestresse também. Sente ao lado da criança e brinque um pouquinho.