- Publicidade -

Ter o hábito de dormir sete horas ou mais por noite pode reduzir as chances de doenças cardiovasculares. Esta é a conclusão a que chegaram pesquisadores da Universidade de Wageningen e do Instituto Nacional de Saúde Pública de Meio Ambiente da Holanda.

O estudo, publicado na última quarta-feira (3) no Jornal Europeu de Prevenção Cardiológica, levou dez anos para ser concluído. Durante este tempo os pesquisadores acompanharam os hábitos de 14 mil pessoas. Após a década de análise, 600 participantes apresentaram doenças cardiovasculares ou infarto, enquanto outros 129 morreram.

Os dados contidos no relatório mostram que as pessoas que combinam quatro fatores: atividade física regular, dieta saudável, consumo moderado de álcool e não fumam têm tendência 57% menor de apresentarem doenças cardiovasculares e 67% menos chances de que esses problemas sejam fatais.

- Publicidade -

Quando a boa noite de sono foi acrescentada, os riscos caíram ainda mais. As sete horas de descanso deixaram as chances de o paciente desenvolver problemas cardíacos 65% menor e a probabilidade de que a doença seja fatal, 83% menor.

A pesquisa comprova que a junção entre hábitos saudáveis e boas noites de sono tem reflexos diretos na saúde do coração. Por isso, os pesquisadores encorajam as pessoas a valorizarem as horas dormidas como uma questão essencial e de saúde pública.

O estudo completo está disponível aqui.

Redação CicloVivo

- Publicidade -