combate à fome doações projetos
Sua doação pode fazer a diferença para projetos que combatem a fome. Foto: Unidos do Bem
- Publicidade -

Apesar da fome no Brasil ter diminuído em mais da metade entre 2001 e 2010, ela voltou a crescer no país. Além da pandemia, a crise social e econômica que esse momento histórico traz deixou mais de 14 milhões de pessoas desempregadas, 116 milhões em situação de insegurança alimentar e 19 milhões passando fome, sem perspectiva de fazer uma refeição ou de oferecê-la para suas famílias.

No dia 30 de novembro é celebrado o Dia de Doar e, neste momento, apoiar pessoas e organizações que trabalham para levar comida a quem precisa é uma das doações mais urgentes e necessárias. Por isso listamos projetos sociais que lutam contra a fome no Brasil.

A pandemia se agrava no país. Além de cumprir todas as medidas preventivas, podemos ajudar quem precisa. Foto: Unidos do Bem

Brasil sem Fome

Impactada pelo aumento da extrema pobreza no país, a Ação da Cidadania junto com sua grande rede de comitês e voluntários, convoca mais uma vez a sociedade civil e o setor privado para levar alimentos aos mais atingidos pela crise da pandemia da Covid-19 e pelo fim do auxílio emergencial.

- Publicidade -

PARA CONTRIBUIR, CLIQUE AQUI.

Contribuições de qualquer valor podem fazer a diferença para famílias que literalmente não têm como sobreviver a este momento tão difícil para todos. Foto: Carlo Almeida | Unidos do Bem

Dia das Boas Ações

O Dia das Boas Ações (DBA) é um movimento mundial de voluntariado que anualmente convoca pessoas, ONGs e empresas a participar da transformação da sociedade através de boas ações.  Neste ano, porém, o DBA foca em uma campanha virtual na luta contra a fome com ações de arrecadação de alimentos não perecíveis em prédios, ONGs e escritórios. Tudo através de pontos de coleta, respeitando as normas de distanciamento e segurança por conta da COVID-19.

Além disso, o Atados também abrirá uma sessão de doação no site do DBA, através do Mercado Pago para a arrecadação de dinheiro para a compra de cestas básicas que serão destinados às ONGs da rede.

PARA CONTRIBUIR, CLIQUE AQUI.

Tem Gente Com Fome

A Coalizão Negra Por Direitos, em parceria com a Anistia Internacional, Oxfam Brasil, Redes da Maré, Ação Brasileira de Combate às Desigualdades, 342 Artes, Nossas – Rede de Ativismo, Instituto Ethos, Orgânico Solidário e Grupo Prerrô mobilizam suas forças para lançar a campanha de financiamento coletivo para arrecadar fundos para ações emergenciais de enfrentamento à fome, à miséria e à violência na pandemia de Covid-19.

A campanha “Tem Gente com Fome” pretende doar cestas básicas para 223 mil famílias em todo o país. Para isso, os organizadores da iniciativa precisam arrecadar R$ 133 milhões, através do site da ação.

PARA CONTRIBUIR, CLIQUE AQUI.

Fundo Solidário Mães da Favela

O Fundo Solidário Mães da Favela (Central Única das Favelas CUFA) é um fundo solidário para o enfrentamento da covid-19 para o público mais atingido pelo desemprego no Brasil: mães, chefes de família, moradoras de comunidades e favelas. O projeto doa cestas básicas e cestas digitais no valor de R$ 120 em dinheiro por dois meses.

PARA CONTRIBUIR, CLIQUE AQUI.

Tocando Junto Por Heliópolis

Além das doações por meio de operações bancárias tradicionais, a frente Tocando Juntos por Heliópolis criou, em caráter de emergência, uma campanha, que tem como meta semanal a arrecadação de R$ 100mil – valor necessário para a compra de cestas básicas, garantindo a alimentação de milhares de famílias ao longo de um mês. O valor é alto, mas o objetivo é conquistar o apoio também de empresas – que foram fundamentais em 2020 e agora recebem um novo chamado da população.

PARA CONTRIBUIR, CLIQUE AQUI.

Chega de Fome

A Gastromotiva – a ONG que promove ações de impacto social por meio da gastronomia em São Paulo, Rio de Janeiro e Curitiba, assim como outras organizações está com dificuldades para continuar a prestar serviços para diferentes comunidades. Com a urgência da situação e observando a população das favelas, onde 68% dos moradores não têm dinheiro para comprar comida (Data Favela, 2021), a Gastromotiva lança a campanha Chega de Fome para arrecadar fundos para a causa.

O valor arrecadado, via pix ou da plataforma online de doação acessada pelo site da ONG, será aplicado nas Cozinhas Solidárias, projeto que produz quentinhas e distribui para quem está sem comida, e para o Banco de Alimentos, onde a Gastromotiva recebe doações de alimentos e os repassa para outros projetos, organizações e aparelhos socioassistenciais parceiros, como o Covid Sem Fome e o Projeto Ruas, ambos da região central do Rio de Janeiro.

PARA CONTRIBUIR, CLIQUE AQUI.

Unidos do Bem

Com o início da pandemia e fim dos eventos que realizava, o proprietário do Buffet Vila Glam decidiu usar o espaço para produzir marmitas e distribuir para as pessoas em situação de rua em São Paulo. A iniciativa cresceu, recebeu apoio e envolveu voluntários. Hoje distribui milhares de marmitas e vai manter o trabalho social mesmo depois que a pandemia acabar. Eles recebem doações em dinheiro para a compra de cestas básicas ou em alimentos, que podem ser entregues diretamente no buffet.

PARA CONTRIBUIR, ENTRE EM CONTATO PELO PERFIL DO INSTAGRAM.

doação ifood
Pelo iFood é possível doar diretamente pelo aplicativo para ONGs que combatem a fome no Brasil. Foto: Divulgação

Doações pelo iFood

Na etapa final antes de concluir o pedido pelo aplicativo é possível doar a quantia desejada para as ONGs parceiras do iFood, entre elas a Ação da Cidadania, Gastromotiva, Orgânica Solidário, Gerando Falcões, CUFA, SOS Mata Atlântica e Todos pela Educação. 

A iniciativa usa da tecnologia e inovação para entregar às organizações não-governamentais parceiras um altíssimo potencial de arrecadação. As causas primordiais apoiadas pelas campanhas de doação do iFood são: segurança alimentar, educação e meio-ambiente. A outra principal forma de doação pelo app do iFood é por meio do “Perfil do cliente”, na seção “Doações”, onde é possível escolher uma das entidades para apoiar com o valor que o cliente quiser. Acompanhe aqui o passo a passo de como doar. 

- Publicidade -