Alimentos podem ajudar a combater o estresse

Alguns alimentos contem substâncias que ajudam na produção de neurotransmissores ligados ao humor e bem estar

alimentos stress

O nível de exigência profissional, metas profissionais e pessoais, a vida em grandes centros, com trânsito, preocupações e quase nenhum tempo para recuperar as energias. Infelizmente, esta é a realidade de muita gente nos dias atuais. O estresse se torna parte do cotidiano e provoca uma série de desequilíbrios, no corpo, na mente e nas emoções.

Uma das maneiras de ajudar a combater este mal dos tempos modernos é a alimentação equilibrada. Alguns alimentos contribuem para diminuir a produção de radicais livres por possuírem antioxidantes, fundamentais no combate ao estresse. Existem também alimentos ricos em substâncias precursoras de neurotransmissores como a serotonina, responsável pelo bom humor e sensação de prazer. 

É importante salientar também, que os maus hábitos alimentares, como ingestão excessiva de cafeína e alimentos muito estimulantes, além de açúcar, sal, e produtos refinados pode agravar o estresse no organismo.

A equipe de Nutrição Kurotel, listou alguns alimentos que podem nos ajudar no combate ao estresse:

Castanha do Pará e amêndoa: Ricas em magnésio e selênio, minerais importantes no combate ao estresse.

Banana: rica em magnésio e vitamina B6, minerais que ajudam na produção de neurotransmissores que diminuem a ansiedade. Também contém triptofano, que estimula a produção de serotonina.

Feijão e lentilha: possuem magnésio e cálcio, além de serem ricos em triptofano, promovem a produção de serotonina.

Aipo: Quatro talos ao dia ajudam a reduzir a liberação do hormônio que causa o estresse. O Aipo também possui niacinamida que promove o relaxamento.

Abacate: contém ácido fólico, ferro, magnésio, potássio e vitaminas B3, B6, C e E, auxilia no controle da ansiedade.

Maracujá: o chá de maracujá e as folhas da fruta são ricos em vitamina C e também em compostos químicos chamados flavonoides, que ajudam a acalmar o sistema nervoso central.

Alface: possui uma substância chamada lactucina, que tem propriedades calmantes, usada às vezes até como sedativos.

Brócolis: ajuda no combate à depressão e é rico em ácido fólico, muito importante para ajudar no bom funcionamento das células.

Peixes e frutos do mar: os alimentos contêm zinco e selênio, principais componentes para diminuir a ansiedade.

É importante ressaltar que além de uma alimentação equilibrada, é necessário identificar quais são as fontes de estresse e pensar em soluções para a causa do problema. Atividades físicas, meditação e momentos de lazer também podem fazer a diferença para uma vida mais saudável e equilibrada.