Começaram na última quinta-feira (8) na Califórnia, Estados Unidos, incêndios florestais que já são considerados os maiores da história do estado. O fogo teve início em três focos diferentes que atingiu grandes extensões no norte e sul do estado e causou a morte 31 pessoas e desaparecimento de mais de 200 outras.

Especialistas apontaram que as mudanças climáticas causaram impactos que fizeram as chamas se alastrarem mais rápida e destrutivamente. O estado da Califórnia passa por uma seca anormal que faz a vegetação ficar mais propensa a queimar e espalhar o fogo, assim como os ventos secos que carregam o fogo e aumentam a velocidade e área de destruição.

“Vários chamas de movimentos rápidos estão produzindo enormes plumas de fumaça e ameaçando várias comunidades na Califórnia.” (NASA Earth via Twitter)

Daryl Osby, chefe do corpor de bombeiros de Los Angeles, capital do estado, disse à CNN que não há uma previsão de melhora sobre os impactos das mudanças climáticas em incêndios como estes tão cedo. “Como é evidente no Camp Fire no norte da Califórnia – que é maior do que isso, mais estruturas foram perdidas, mais vidas foram perdidas – é evidente a partir dessa situação em todo o estado que estamos em mudança climática e vão permanecer aqui por um futuro previsível”, disse Osby.

Woolsey Fire

O Woolsey Fire, incêndio que se espalha pela região sul da Califórnia, atingiu 85,500 acres. Apenas 15% das chamas foram contidas até domingo à noite e pelo menos duas pessoas morreram em decorrência do fogo.

Hill Fire

O incêndio de Hill é o menor dos três e atingiu uma área de 4,531 acres. Até a noite de domingo, sua contenção estava em 75%. Este, somado ao Woolsey Fire, destruiu 179 estruturas residenciais e comerciais e ameaçou outras 57 mil estruturas. Não há fatalidade relacionada ao Hill Fire.

Camp Fire

Já a região norte foi atingida pelo Camp Fire que devastou uma área de 111,000 acres e é tido como o incêndio mais destrutivo da história da Califórnia. O incêndio fez 29 vítimas fatais, o mesmo que o incêndio de Griffith Park, de 1933, considerado até então o maior incêndio a ter atingido o estado. Até domingo, 25% do fogo tinha sido contido.

Evacuação

“Voltei para minha casa em Malibu depois da evacuação. Tempo desolador na Califórnia. Inspirado como sempre pela coragem, espírito e sacrifício dos bombeiros. Obrigado @LAFD, senhor. Se puderem, apoiem estes bravos homens e mulheres em SupportLAFD.org.” (Gerard Butler via twitter)

O corpo de bombeiros pediu a evacuação das áreas e mais de 250 mil pessoas foram retiradas de seus lares. Celebridades que mantinham casas nas áreas de risco também receberam ordens de evacuação, principalmente na região sul do estado, nas cidades de Malibu, Calabasas e Hidden Hills. As cantoras Lady Gaga, Iggy Azalea, a socialite Kim Kardashian, o cantor Robin Thicle e diversos outros evacuaram suas casas. A cantora Miley Cyrus e o ator Gerard Butler, assim como outras centenas de pessoas, tiveram suas casas destruídas pelo incêndio.

Crédito da foto: Nasa