- Publicidade -

A Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp) retirou mais de 4.600 toneladas de lixo lançadas indevidamente na rede de esgotos de São José em 2010; ou seja, foram cerca de 380 toneladas por mês.

A obstrução de redes acontece quando a tubulação recebe, constantemente, material sólido que provoca o entupimento das tubulações. Os resíduos mais comuns encontrados na tubulação são materiais plásticos diversos, madeira, óleos de fritura e materiais metálicos. Há, também, restos de comida, roupas, galhos, areia entre outros, que sobrecarregam o sistema de gradeamento provocando algumas vezes extravasamento.

O material é despejado de forma irregular na rede, provocando o entupimento das tubulações, danificando os equipamentos e causando o extravasamento dos poços de visita e estações de bombeamento.

- Publicidade -

Em São José, onde as 64 estações de bombeamento de esgotos, os 1.700 km de tubulação e a estação de tratamento Lavapés, que compõem o sistema de coleta e tratamento de esgotos, são expressivamente afetados pelo lançamento diário de lixo, a Sabesp detecta uma média de 860 obstruções de redes por mês, equivalente a 10.320 ocorrências ao ano, com altíssimos custos operacionais, que poderiam estar sendo destinados a outras obras no município.

Quando ocorre um entupimento é preciso que haja o deslocamento de dois equipamentos especiais. Um equipamento, dotado de sistema de reservação de água à mais de 50ºC e alta pressão, para efetuar a desobstrução da rede e outro equipamento, dotado de sistema de sucção à vácuo, para a remoção dos resíduos. Mas, boa parte dos resíduos, que não permanecem nas redes coletoras, vão parar nas estações elevatórias e de tratamento. Nas estações, o material sólido fica retido no tratamento preliminar, que consiste em sistemas de grades e de remoção de areia. Posteriormente, os resíduos retidos são acondicionados em caçambas e encaminhados ao aterro sanitário em São José dos Campos.

A empresa, que já trabalha em ações educativas junto aos estudantes que participam de visitas e palestras, também deve iniciar uma campanha publicitária, a fim de esclarecer a população sobre a importância da utilização correta das redes de esgotos, além da regularização as ligações de esgotos, de modo que as redes coletoras de esgotos passem a operar sem a interferência de águas de chuvas ou de lixo.

- Publicidade -