- Publicidade -

A Companhia Estadual de Águas e Esgotos (Cedae), do Rio de Janeiro, pretende entrar para o livro dos recordes, nesta terça-feira (21). Para que isso aconteça, a empresa escolheu o Dia da Árvore para plantar 50 mil mudas nativas de Mata Atlântica.

O município de Cachoeiras de Macacu, na região metropolitana do Rio, foi o escolhido para abrigar as árvores, que serão plantadas às margens do Rio Macacu. Com essa ação a empresa pretende estimular outras empresas e chamar a atenção pública para o Dia da Árvore, ou como é chamado pelos cariocas, o Dia C – Carbono Zero Rio 2016.

As 50 mil mudas de árvore são de diferentes espécies nativas da Mata Atlântica. O plantio faz parte do compromisso do estado do Rio de Janeiro com o Comitê Olímpico Internacional (COI), para a realização dos jogos olímpicos de 2016, que estabelece que devam ser plantadas três milhões de mudas até 2012.

- Publicidade -

O Rio Macacu, onde as mudas serão plantadas é um dos poucos rios, ainda limpos, que deságuam na Baía de Guanabara. O ambientalista Sérgio Ricardo, que acompanha o Programa de Despoluição da Baía de Guanabara desde 1994, explicou que a recomposição da mata ciliar é de extrema importância para recuperar a produção de água no estado do Rio de Janeiro.

Além da importância para a despoluição das águas, a Mata Atlântica precisa ser recomposta com urgência, pois é o ecossistema mais desmatado do país. Em todo o território brasileiro, restam, atualmente, apenas 7% da vegetação original dessa mata.

Para que a Cedae consiga entrar para o livro mundial dos recordes, como a empresa que plantou mais árvores em um só dia, nas margens de um rio, ela contará com o trabalho de funcionários e de presos em regime semiaberto.

Com informações da Agência Brasil

Imagem: Paulo Botelho

- Publicidade -