Foi lançado oficialmente o projeto inglês “Agricultura Sustentável para Desenvolvimento Rural” na última quarta-feira (14) no auditório da Embrapa em Brasília. O evento contou com a presença de mais de 140 autoridades brasileiras e britânicas.

Através do projeto, o Brasil vai receber como doação do governo do Reino Unido R$ 80 milhões para investimento em agricultura sustentável. Ao todo, serão 3.700 produtores rurais de sete estados brasileiros beneficiados e incentivados a gerirem suas propriedades de forma mais sustentável.

Cada estado brasileiro terá como investimento cerca de R$ 10 milhões, incluindo apoio financeiro, assistência técnica e gestão do projeto, monitoramento e avaliação.

O trabalho será implementado pelo BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) junto a instituições financeiras operadoras de crédito agrícola. Em termos de doação, é o maior recurso já recebido pelo banco em toda a sua história na América Latina.

De acordo com Renato Brito, criador do projeto e Coordenador-Geral de Sustentabilidade Ambiental do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento), o projeto é um piloto para o desenvolvimento estratégico da agricultura brasileira e para o impacto ambiental positivo que visa atingir.

“Trata-se de um investimento nas estratégias de redução do desmatamento através do fortalecimento da agricultura sustentável, representando mais que uma cooperação entre ministérios, um projeto entre governos”, afirma Brito.

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.