O CicloVivo já destacou diversas iniciativas no Reino Unido para conter a produção de lixo de plástico. Mas, até então, muitas das ações eram centralizadas dentro de restaurantes, supermercados e teve até medidas dentro do Palácio de Buckingham, mas agora o governo planeja eliminar a distribuição e vendas de canudinhos plástico em todo o país -, assim como “mexedores” de drinks e cotonetes.

Apesar da medida ainda ter que passar por aprovações, segundo a CNBC, a ideia é que ela já passasse a valer entre outubro de 2019 a outubro de 2020. Ou seja, há um ano pela frente para definir bem as regras e dar tempo para o mercado se adequar.

Alguns países do Reino Unido já estão implementando algumas ações. É o caso da Escócia que proibiu a venda e fabricação de cotonetes plásticos. Em termos gerais, toda a área da Rainha, desde o início do ano, está proibida de produzir microplásticos. “Nossos preciosos oceanos e a vida selvagem precisam de uma proteção urgente da devastação que os itens de plástico podem causar”, afirmou o secretário do Meio Ambiente, Michael Gove, em um comunicado à imprensa.

O governo ressalta que cerca de 4,7 bilhões de canudinhos, 316 milhões de “mexedores” e 1,8 bilhão de cotonetes (todos de plástico) são usados por ano somente na Inglaterra.