A Região Sudeste enfrenta a sua pior seca em quase um século, problema agravado por uma série de fatores como o desmatamento, crescimento populacional e poluição dos mananciais. Para garantir o consumo consciente de água entre a comunidade acadêmica, a PUC-Campinas passou a adotar medidas de redução no ano passado.

Integrando uma “população” de cerca de 18 mil alunos, um dos grandes desafios da universidade é destacar a importância do desenvolvimento sustentável. Em 13 meses, adotando algumas medidas de conscientização, os três Campi da PUC-Campinas e o Colégio de Aplicação Pio XII, economizaram 12.356 m³ de água, uma redução de 5,8% no consumo total da Instituição.

A universidade determinou o fechamento de 45% dos sanitários, atitude pensada estrategicamente, para não prejudicar alunos e funcionários durante o período das aulas, além da proibição de lavagem de veículos da instituição, limpeza a seco de toda a área externa, reaproveitamento da água das chuvas e limitação das regas dos jardins internos.

A segurança no local também é autorizada a fazer a ronda orientando e fiscalizando, caso ocorra utilização incorreta da água nos Campi. Nas praças de alimentação foram colocados arejadores nas torneiras, os restaurantes fazem a limpeza dos utensílios de cozinha utilizando máquinas de lavar louças, a higienização do piso é feita a seco, além da preocupação com o cardápio, através da diminuição da utilização de verduras que necessitam ser lavadas em água corrente.

“Vivemos uma crise hídrica. A universidade tem que se engajar e fazer com que alunos e funcionários tenham consciência e economizem água na instituição”, afirma o Coordenador da Divisão de Logística e Serviços da PUC-Campinas, Israel Pilmon Gitirana Barros.

Para mais detalhes, assista abaixo a matéria da TV PUC-Campinas: 

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.