Na última terça-feira (18), Natal, capital do Rio Grande do Norte, ganhou mais 504 mudas de árvores. O plantio ocorreu no Corredor Ecológico do bairro de Capim Macio por meio do projeto “Planta Natal”.

Lançado neste mês de junho, a iniciativa tem como meta plantar 20 mil mudas de árvores nativas em todas as regiões da cidade até 2020. Coordenadora do projeto, a secretária de Esportes e lazer, Danielle Mafra comentou sobre a importância do projeto. “Vale destacar que com o Planta Natal não estamos cuidando apenas do meio ambiente. Fazemos limpeza urbana, aqui melhoramos a segurança desse entorno que estava repleto de mato, estamos ampliando a capacidade de produção do horto, entre outros benefícios paralelos ao projeto”.

Investimentos “invisíveis”  

No corredor ecológico há uma fauna rica em pássaros, além de outras espécies. Tendo isso em vista, as árvores nativas com frutos foram escolhidas para serem plantadas no local. Ou seja, os animais ganham alimentos e as espécies ficam protegidas.

Mas, há outras espécies sendo plantadas na cidade, entre elas Mulungu, Pau Brasil, Ipê Roxo, Ipê Amarelo, Pau Ferro, Oitis, Graibeiras. Todas são nativas, já testadas e adaptadas à capital potiguar.

Além dos claros benefícios ambientais, o prefeito Álvaro Dias ressaltou a contratação de mão de obra necessária para a execução da iniciativa. “Em um momento de crise nacional como o que vivemos, gerar emprego e renda é fundamental em todas as áreas”. Sendo também formado em medicina, ele destacou ainda que uma cidade arborizada melhora a qualidade de vida da população e afirmou que Natal já foi uma das cidades com melhor cobertura vegetal do país. “Natal cresceu, mas a arborização não acompanhou esse crescimento. É necessário e primordial para a cidade e para nossa saúde também. É importante que as pessoas saibam que hoje Natal é uma cidade pobre em árvores e precisamos colocar a cidade nos trilhos de uma cidade que respeita o meio ambiente”.

Fotos: Alex Regis/Prefeitura de Natal