Há dois dias começou a circular a informação de que o desmatamento na Amazônia havia aumentado 60% em junho, entretanto, nesta quarta-feira (3) foi confirmado que o número subiu para 88%. O que acontece é que a primeira informação referia-se até o dia 28 de junho, ou seja, os dados eram parciais. No fim de semana, a devastação não teve descanso e os números foram atualizados pelo Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais). 

De acordo com o monitoramento por satélite do sistema Deter, que pertence ao Inpe, o desmatamento na Amazônia Legal brasileira atingiu 920,4 km² só em junho -, sendo mais de 150 km² apenas no último final de semana. Vale lembrar que este é o segundo mês consecutivo de aumento do desmatamento na região

Outro ponto importante é que os números do Deter (Sistema de Detecção de Desmatamento em Tempo Real) são mensais e servem como alerta do que está acontecendo em determinada área. As informações captadas diariamente são repassadas aos órgãos de fiscalização, como o Ibama. A análise total, com informações mais detalhadas e consolidadas, é divulgada pelo Prodes uma vez por ano.

Leia também:

Desmatamento da Amazônia, em maio, ocorreu em áreas protegidas