Os níveis de CO2 da atmosfera estão tão preocupantes, que a secretária-executiva da ONU, Christiana Figueres, apelou para uma ação urgente global. Segundo ela, o mundo está perto de superar o limite da concentração do gás de efeito estufa, que é de 400 partes por milhão (ppm).

No mês de abriu os níveis de CO2 na atmosfera já chegaram bem perto disso. De acordo com as informações do Observatório Mauna Loa, no Havaí, a concentração de gás carbônico chegou a 399,72 ppm, os dados foram registrados no dia 25 de abril.

Em consequência disso, Christiana lembra da urgência no desenvolvimento de um novo acordo global, que deve ser fechado até 2015. A proposta é de que todos os países sejam obrigados a reduzir suas emissões, inclusive EUA e China que lideram o ranking dos poluidores, mas não têm obrigações oficiais com o Protocolo de Kyoto.

Sendo definidas nos próximos dois anos, os países já teriam que tomar providências para que as metas passassem a vigorar em 2020. O alvo estipulado é o de manter o aumento da temperatura global entre 2ºC e 2,4ºC. Para que isso aconteça, os níveis de gases de efeito estufa na atmosfera não podem ultrapassar os 490 ppm, sendo que para o CO2, o nível máximo deveria ser de 400 ppm.

Para que seja possível dimensionar o aumento da poluição nas últimas décadas, os primeiros registros sobre a concentração de CO2 foram feitos em 1958, quando os níveis eram de 316 ppm. Em maio, os cientistas estimam que, pela primeira vez, o poluente ultrapasse os 400 ppm.

A rodada de negociações sobre mudanças climáticas acontece no final deste ano em Varsóvia, na Polônia, e deve contar com a participação de mais de 190 países. Com informações da France Presse.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.