A cidade de Curitiba inaugurou na última semana a sua primeira estação de locação de bicicletas elétricas. A estrutura está instalada no Parque Barigui e é mais uma das ferramentas usadas para incentivar o uso de transportes alternativos no município.

Conforme informado pela prefeitura local, este é um projeto-piloto que será analisado pela Urbs de Curitiba e, dependendo do resultado, pode ser replicado em outros locais. As bicicletas ficarão disponíveis em um Eco-Contêiner, instalado em um dos estacionamentos do parque.

A iniciativa é fruto de uma parceria entre o município e a empresa privada Eleeze Rental, produtora e locadora de bicicletas. De acordo com a prefeitura, a cidade não terá custo algum com a estrutura e ela estará disponível aos moradores e turistas em todos os dias da semana, entre as 10h e 19h.

Para alugar uma bicicleta é preciso ter mais de 18 anos. Na primeira locação é feito um cadastro, apresentando cartão de débito ou crédito e documento com foto.

O tempo mínimo de empréstimo é de meia hora, com custo de R$ 15, a partir daí o usuário paga mais R$ 0,50 por minuto. Na locação da bicicleta acompanha um capacete e o serviço oferece também opção de locação de cestinha para pequenos animais, cadeirinha para criança e um bike engate – bicicleta menor para ser engatada na elétrica.


Foto: Maurilio Cheli / SMCS /Prefeitura de Curitiba

Guia para pedalar em Curitiba

Entre as medidas de incentivo ao uso da bicicleta como meio de transporte, a prefeitura de Curitiba também lançou nesta semana um portal que reúne todas as informações necessárias para quem deseja pedalar pela cidade.

A página, chamada de “Mais Bici”, conta com diversos serviços e informações. Os internautas que acessam o site podem fazer simulações para comparar o uso da bicicleta com outros modais, conhecer grupos de pedaladas, saber quais são as melhores rotas e por onde passam as ciclovias da cidade, ficar por dentro dos projetos cicloviários atuais e futuros, entre outras coisas.

“Este site é uma forma de termos uma interação maior com a população da cidade, com usuários de bicicleta e pessoas que têm preocupação com a mobilidade em Curitiba. A criação do Mais Bici reafirma o compromisso da Prefeitura com a ciclomobilidade e confirma que a sociedade está cada vez mais aderindo a esse novo modal como fator de integração do sistema tradicional”, informou o prefeito Gustavo Fruet.

Clique aqui para acessar o Mais Bici.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.