O Projeto Biomas, coordenado pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), tem auxiliado produtores rurais a considerarem as árvores em seus sistemas de produção. A iniciativa aproveita as mudas para arborizar as cidades de diversas regiões do Brasil. O município de Ladário, no Mato Grosso do Sul, é o alvo atual do programa. As autoridades municipais já receberam duas mil mudas nativas e o plantio teve início na última semana. 

Espécies como piúva, jatobá, cumabru, angico, aroeira, tarumã, guatambu, almacéga, jenipapo e gonçalo, todas nativas do Pantanal, serão plantadas na região urbana da cidade. Além de proporcionar novas opções aos produtores rurais locais, o programa ajuda a preservar a biodiversidade local e a melhorar as condições de vida dos próprios moradores.

“A gente acha importante fazer ações como essa para amenizar o clima quente aqui da cidade. As árvores proporcionam isso. Como as espécies são todas nativas, não vai haver nenhum problema de conflito ambiental e elas são adequadas para o plantio em espaços abertos, como praças”, informou a pesquisadora da Embrapa Pantanal Catia Urbanetz, coordenadora do projeto na região, em informativo oficial.

Além de ajudar a diminuir o calor, as árvores ajudam a reduzir a poluição do ar, sonora e cria ambientes mais agradáveis aos moradores. “Como o Biomas pensa em prestar serviço à sociedade, tendo como foco principal a árvore, a relação é justamente essa: explorar a versatilidade que a árvore tem, exercendo um papel tanto ambiental como cultural, muitas vezes, além dos aspectos produtivos”, acrescentou Catia.

O Projeto Biomas Pantanal já plantou 14 mil mudas e cinco mil sementes de 30 espécies nativas da região. Segundo Catia, outras 15 mil mudas estão em fase de produção para serem plantadas no verão, quando começa a temporada de chuvas.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.