- Publicidade -

O vazamento de óleo no Golfo do México já custou US$ 3,12 bilhões, aos cofres da petroleira British Petroleum. Os gastos foram destinados aos trabalhos de contenção e indenizações pagas aos estados da região do Golfo e ao governo federal americano. A BP está sentindo no bolso o preço do impacto ambiental causado pela explosão de uma de suas plataformas.

O vazamento e a mancha de óleo no oceano pioraram com as tempestades provenientes do furacão Alex, que passou pela região na última semana. O petróleo que estava fora de controle, se espalhou ainda mais por conta do furacão.

A empresa britânica anunciou, no dia 4 de julho, que até o momento haviam sido coletados e queimados 24.955 barris de óleo, através de dois sistemas. Até o fim desta semana a empresa testará mais um sistema que pode aumentar a capacidade de contenção do vazamento.

- Publicidade -

Bancos parceiros da BP se mobilizaram com o intuito de emprestar dinheiro para que a empresa consiga pagar todos os 95 mil pedidos de indenizações. A empresa ainda não pegou nem metade das indenizações solicitadas. A BP estuda também a opção de vender uma parte da empresa, avaliada em US$ 9,05 bilhões, para conseguir suprir todos os seus gastos.

+ Compare o tamanho da mancha de petróleo do Golfo do México

Informações: Época

- Publicidade -