- Publicidade -

O Banco de Desenvolvimento Asiático (BDA) divulgou na última segunda-feira (7) um estudo que mostra uma possível desapropriação da região Ásia-Pacífico ocasionada pelas mudanças climáticas e suas consequências.

Os climatologistas responsáveis pelas previsões acreditam que o continente asiático e especificamente a área próxima ao oceano pacífico seja uma das mais atingidas pelos impactos do aquecimento global e das mudanças climáticas. Segundo eles, a área possui um alto grau de exposição a riscos ambientais e alta densidade populacional, fatores que a deixam ainda mais vulneráveis.

Os impactos considerados no relatório incluem temperaturas mais elevadas, mudanças nas chuvas, maior variabilidade das monções, elevação do nível do mar, enchentes e ciclones tropicais intensos. Alguns desses fenômenos já começaram a aparecer. A enchente que atingiu o Paquistão recentemente é uma amostra do que pode ocorrer em um futuro próximo. O Sri Lanka também passou por uma situação parecida que chegou a comprometer 90% da sua produção de arroz.

- Publicidade -

Os cientistas alertam para a os possíveis desastres humanitários que podem ocorrer caso os governantes não adotem os esquemas de proteção e assistência adequados. Pois, a migração deverá ocorrer dentro do próprio país e também entre nações, podendo sobrecarregar a demanda por recursos naturais.

A região chamada de Ásia-Pacífico abriga mais de quatro bilhões de habitantes e inclui países como China, Austrália, Paquistão, Tailândia, Índia, Coréia e diversas outras ilhas de grande e pequeno porte. Com informações do Portal iG.

Redação CicloVivo

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -