Por casa.com.br

É certo que, hoje em dia, existem milhares de influenciadores digitais chamando atenção para diferentes temas e causas nas redes sociais. Mas você já ouviu falar do primeiro influenciador de insetos do mundo?

Criado neste ano pela filantrópica Fondation de France, o perfil do Instagram B surgiu como forma de conscientizar os internautas sobre a possível extinção das abelhas.

Desde que foi criada, a conta ganhou mais de 137.000 seguidores, ao que a Fondation de France enxerga como um incentivo para as marcas se associem ao perfil, promovendo seus produtos.

Divulgação | casa.com.br

O dinheiro gerado a partir dessa venda irá para a Bee Fund e será usado para financiar a reconstrução de habitats, conscientizar, educar as pessoas sobre o impacto de pesticidas nos polinizadores e instruir agricultores em técnicas favoráveis às abelhas.

“Quero apetecer marcas de todo o mundo a arrecadar dinheiro para salvar abelhas, muitas das quais desaparecem todos os anos”, diz o site da campanha.

“Preciso de você: quanto mais assinantes eu tiver no Instagram, mais marcas estarão interessadas e mais dinheiro eu vou colher.”

Divulgação | casa.com.br

A rede internacional de organizações ambientais Friends of Earth estima que o Reino Unido perdeu 13 espécies de abelha desde 1900. Além disso, há também 35 espécies ameaçadas de extinção, o que equivale a 1 em cada 10 na Europa.

Por isso o trabalho da Fondation de France é tão importante e louvável. Criada em 1969, a rede detalha que, na França, mais de 30% das colônias de abelhas desaparecem todos os anos.

“Com 50 anos de experiência, a Fondation de France apoia a generosidade e garante sua eficácia”, afirma a organização.

“Criou o fundo de abelhas para financiar as ações consideradas as mais fundamentais e urgentes na proteção de todas as espécies de abelhas”, completa.