armazenar energia solar
Foto: Augwind
- Publicidade -

Armazenar a energia gerada por grandes usinas solares é bastante oneroso, mas a empresa israelense Augwind Energy promete baratear o processo. A companhia desenvolveu uma tecnologia baseada em água subterrânea e tanques de compressão de ar.

No sistema, o excesso de energia dos painéis solares – ao longo do dia – aciona um sistema em que a água é usada para condensar o ar, em tanques subterrâneos. Já à noite, este ar é liberado para alimentar uma turbina e gerar eletricidade. Desta forma, garante energia renovável dia e noite. 

“É uma bomba de circuito fechado, onde em vez de enormes reservatórios de água e grandes diferenças de altura, usamos a pressão do ar de uma forma que pode ser aplicada no subsolo, com segurança em quase qualquer ambiente”, afirma Or Yogev, CEO da Augwind.

- Publicidade -

Batizada de Air Battery, a tecnologia foi criada como alternativa às atuais baterias de íon-lítio – metal escasso cuja extração impacta negativamente o meio ambiente. “Uma solução de armazenamento à base de baterias de lítio é um sistema poluente pelo processo de fabricação das baterias, o uso de metais que não estão prontamente disponíveis, como lítio, cobalto e níquel, e acima de tudo a impossibilidade de reciclar as baterias no final de seu ciclo de vida”, aponta Yogev.

Foto: Augwind

O sistema AirBattery se apresenta como uma tecnologia de alta eficiência com ciclo de vida mais longo em relação às baterias de armazenamento comuns. Além disso, comparativamente, não requer alto nível de sistemas de controle de temperatura. A empresa Augwind compara a eficiência do seu sistema com os sistemas de armazenamento de energia hidráulica, mas com pegadas físicas muito menores devido à sua instalação sob o chão.

O modelo está sendo testado na comunidade “Kibbutz Yahel”, no extremo sul de Israel, e é cerca de 80% eficiente no armazenamento de energia. 

- Publicidade -