Na última sexta-feira (30), o governador de Minas Gerais, Romeu Zema, assinou um protocolo de intenção com a empresa Mori Energia Holding S.A para a implantação de usinas fotovoltaicas no estado. Ao todo, serão investidos R$ 523 milhões na instalação de 32 usinas em 17 municípios do norte de Minas. A expectativa é de que sejam gerados mais de 1.500 empregos diretos durante a fase de construção dos empreendimentos.

O projeto totaliza 110MW instalados, cada uma com 25 anos de vida útil. O governador ressaltou que o índice de insolação do estado é muito alto e faz parte de seus planos  expandir a oferta de energias renováveis. Hoje o estado já figura no topo do ranking de geração solar distribuída do Brasil.

Além da vantagem geográfica, é óbvio que este é um setor em crescimento. “A produção de energia solar ainda representa um por centro na matriz energética brasileira. Acreditamos ser este o momento ideal para o governo investir na atração destas empresas, uma vez que Minas tem uma das maiores capacidades de energia no mundo”, afirmou o secretário de Desenvolvimento Econômico, Vitor de Mendonça.