Localizado em Santo André, cidade do ABC, na Região Metropolitana de São Paulo, o Colégio Stocco acaba de instalar uma usina para captação de luz solar e produção de energia elétrica, iniciativa inédita no segmento educacional da região.

Em menos de quatro meses de operação, o sistema já produziu energia limpa suficiente para aquecer 20 mil banhos de chuveiro, manter em funcionamento aproximadamente mil geladeiras ou abastecer, por um mês, 23 residências.

Devido a suas condições favoráveis, como ausência de sombreamento, irradiação solar face norte e dimensões adequadas, a unidade 2 do colégio, na Vila assunção, região central de Santo André, foi escolhida para receber a usina.

Ao todo são 155 painéis fotovoltáicos. | foto: divulgação

Em uma área de 350 m² sobre a laje do edifício, estão distribuídas 155 placas fotovoltaicas monocristalinas. Construída em um mês, a usina é capaz de produzir 6,3 mil quilowatts/hora em média por mês e deve garantir 100% da energia necessária para o funcionamento das unidades 1 e 2 do colégio.

Toda a operação é monitorada em tempo real, permitindo que funcionários e alunos saibam, a partir de um painel de controle, o volume de energia limpa gerada e quanto de gás carbônico deixou de ser despejado na atmosfera. Desde o seu funcionamento, a usina do Colégio Stocco evitou a emissão de 2,76 toneladas de CO2, o que significa acréscimo de 11 árvores na natureza.

A usina vai abastecer duas unidades do colégio. | Foto: Divulgação

“Além dos benefícios ambientais e econômicos, nosso objetivo é tornar a usina de energia solar um importante objeto de estudo e aprendizagem para alunos e professores, pois envolve conceitos em diversas áreas do currículo escolar, como física, matemática e geografia”, explica o diretor administrativo e operacional da instituição, Roberto Belmonte Júnior.  

“A história do Stocco sempre esteve associada à responsabilidade socioambiental. Este projeto é uma continuidade desse propósito, favorecido e adaptado aos benefícios da tecnologia moderna”, diz a diretora geral do colégio, Jozimeire Stocco.

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.