Para produzir a energia elétrica que consumimos dentro de casa, são usados recursos naturais. Mesmo a eletricidade proveniente de usinas hidroelétricas, fonte renovável responsável por grande parte da energia produzida no Brasil, gera impactos ambientais negativos.

Ao usar este recurso de forma consciente, você está contribuindo para o planeta e para o seu bolso. Afinal, no final de cada mês, a conta chega – e valorizar nosso dinheiro também é uma atitude sustentável.

Separamos algumas dicas que podem te ajudar a poupar energia elétrica. Com as medidas de isolamento social e com a chegada do frio, a tendência é que este consumo aumente. Mas, podemos fazer a nossa parte!

Iluminação

Aproveite ao máximo a luz natural do dia e lembre-se de sempre apagar as lâmpadas que não estiver utilizando. Se possível, substitua as lâmpadas incandescente e fluorescentes compactas antigas por lâmpadas de LED, que duram mais e gastam menos energia.

Chuveiro

Com a chegada das baixas temperaturas, geralmente os banhos se tornam mais longos e mais quentes, gastando mais água e energia. Para evitar este tipo de situação, programe o banho da família para o período mais quente do dia, e, se possível, use o chuveiro na posição “verão”, já que a economia do equipamento nesta configuração pode chegar a 30%.

Vale lembrar que o tempo ideal para um banho sem desperdício é de 5 a 8 minutos. Além disso, não é indicado reaproveitar uma resistência queimada, pois pode acarretar elevação no consumo elétrico, além de risco à segurança.

Geladeira

Este equipamento corresponde, em média, a 30% do consumo total de uma residência. Mesmo estando em casa, procure não abrir a geladeira com frequência. Antes de puxar a porta, pense no que precisa retirar, ou seja, diminua o tempo que a porta ficará aberta. Aproveite a chegada do frio para verificar se o termostato da geladeira está na temperatura adequada.

Máquina de lavar e ferro de passar roupa

Junte o máximo de roupas, otimizando o uso da máquina de lavar em sua capacidade máxima. O mesmo vale para o ferro de passar roupas. O ideal é utilizar uma ou duas vezes por semana estes equipamentos.

Aquecedor e Ar condicionado

Use apenas quando for realmente necessário e somente em ambientes fechados, com janelas e portas bem vedadas. Mantenha sempre limpo o filtro de passagem do ar para que não haja necessidade de esforço extra do aparelho, o que consome mais energia.

Eletrônicos

Ao terminar o trabalho no computador, desligue o equipamento eletrônico, inclusive tirando-o da tomada, pois a função stand by também consome energia. Para evitar o desperdício, programe a proteção de descanso de tela quando o equipamento não estiver em uso. Quanto à televisão, não durma com o aparelho ligado e, se for o caso, coloque a programação sleep.

Celular

Quando o aparelho não estiver em carregamento, retire-o da tomada. Faça o mesmo com o carregador. A energia gasta é pequena, porém ganha outra dimensão quando se soma ao gasto de energia de todos os demais aparelhos. Por questão de segurança, não utilize o celular enquanto o aparelho é carregado na tomada.

Benjamim

Evite ligar mais de um equipamento na mesma tomada, usando benjamins ou “T”, pois tal procedimento, além do aumento do consumo, aumenta a chance de curto-circuito. Em caso de necessidade, utilize o filtro de linha com fusível, evitando aquecimento da fiação e desperdício de energia.

Compra certa

Ao comprar um novo equipamento, verifique sua classificação no selo Procel, que indica o grau de eficiência energética e economia do produto. Nesse selo, é possível conferir a eficiência de diversos aparelhos em uma escala que vai de E — menos eficiente — até A — mais eficiente.

Cuidado com as instalações

As instalações elétricas internas das residências devem sempre estar em bom estado e com as cargas energéticas instaladas de forma equilibrada, evitando possíveis fugas de corrente e acréscimo de consumo.