A pequena ilha de El Hierro, na Espanha, está bem perto de declarar a sua independência energética. Para chegar a este objetivo e produzir 100% de sua energia de maneira renovável, as autoridades locais investiram em sistemas eólico, fotovoltaico e hidrelétrico.

A ilha faz parte do arquipélago de Canária e, mesmo tendo apenas onze mil habitantes e uma área de 260 mil metros quadrados, emite quase 19 mil toneladas de dióxido de carbono. Os novos projetos, prestes a entrar em funcionamento, devem ajudar a reduzir consideravelmente este impacto.

Conforme informado no jornal Diário de Notícias de Portugal, atualmente a principal fonte energética em El Hierro é o diesel, usado para alimentar residências e até mesmo as pequenas empresas locais. Mas, as novas estruturas permitirão uma diversificação na matriz, ao mesmo tempo em que impedirão que seis mil toneladas de diesel sejam consumidas ao ano.

Para aproveitar o potencial eólico, a ilha contará com cinco grandes turbinas, capazes de fornecer energia diretamente à rede, ao mesmo tempo em que mantêm o bombeamento de água em funcionamento. O complexo ainda terá dois tanques de água, uma central hidrelétrica e uma estação de bombeamento.

A construção do sistema começou em 2009 e envolveu 200 pessoas, entre eles biólogos e engenheiros. Inicialmente o complexo produzirá energia suficiente para abastecer 10% da demanda local. Mas, espera-se que ainda neste ano a capacidade aumente para 80% e logo chegue a produzir 100% da energia usada na ilha.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.