- Publicidade -

A Furnas, empresa brasileira geradora e transmissora de energia, anunciou na última semana que destinará R$ 300 milhões à pesquisa nos próximos três anos. Parte deste montante será destinada a projetos de energia renovável.

Os trabalhos de pesquisa têm como intuito desenvolver tecnologias para que a empresa acumule novas patentes e transformem os estudos em resultados comerciais. Para que isso seja possível, a Furnas, que pertence ao grupo da Eletrobras, conta com parcerias com universidades brasileiras e empresas internacionais.

Entre os projetos sustentáveis já anunciados, dois merecem destaque. Conforme informado por Renato Norbet, gerente de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação da Furnas, ao todo existem oito projetos já contratados. Uma usina de tratamento de lixo é a principal novidade.

- Publicidade -

A estrutura está prevista para ser instalada em Minas Gerais, com capacidade para um megawatt. O diferencial desta usina, em relação às outras brasileiras que geram energia a partir do lixo, é a aplicação da tecnologia de pirólise não-enzimática, que libera calor para a decomposição do lixo e aproveita os gases para produzir energia.

O outro projeto consiste em instalar uma usina de geração pelas ondas do mar no Rio de Janeiro. Este trabalho tem sido feito em parceria com a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e a empresa Seahorse Wave Energy.

Redação CicloVivo

- Publicidade -