aquecimento polos
Foto: Pixabay
- Publicidade -

Os dois polos da Terra estão apresentando, simultaneamente, ondas de calor surpreendentes, o que gera alarme entre os cientistas do clima: os eventos “sem precedentes” podem sinalizar um colapso climático mais próximo do que o esperado.

Na Antártida, as temperaturas atingiram níveis recordes no fim de semana com 40°C acima do normal em alguns lugares. Ao mesmo tempo, estações meteorológicas próximas ao pólo norte mostraram sinais de derretimento, com algumas temperaturas 30°C acima do normal, atingindo níveis que normalmente são alcançados muito mais tarde no ano.

O esperado para esta época do ano é que a Antártida estivesse esfriando rapidamente após o verão e o Ártico emergindo lentamente do inverno, com dias começando a durar mais do que a noite. Este aquecimento, em ambos os polos simultaneamente, nesta época do ano, é um acontecimento sem precedentes.

- Publicidade -
aquecimento polos
Foto: Pixabay

Alerta

A Associated Press informou que uma estação meteorológica na Antártida bateu seu recorde histórico em 15°C, enquanto outra estação costeira acostumada a congelamentos profundos nesta época do ano estava 7°C acima de zero. No Ártico, enquanto isso, algumas partes estavam 30°C mais quentes que a média.

O rápido aumento das temperaturas nos polos é um alerta claro de que os sistemas climáticos da Terra estão desequilibrados. No ano passado, no primeiro capítulo de uma revisão abrangente da ciência climática, o relatório do IPCC apontou sinais de aquecimento que já estão ocorrendo, resultando em algumas mudanças – como o derretimento polar – que podem se tornar rapidamente irreversíveis.

aquecimento polos
Com o aquecimento nos pólos, o gelo branco que reflete calor perde espaço para o mar escuro, que absorve calor. Fenômeno intensifica ainda mais o aquecimento. Foto: Pixabay

As ondas de calor nos polos reforçam o aviso de que a humanidade está alterando o clima no planeta e, ao mesmo tempo, leva ao derretimento do gelo que pode desencadear mais mudanças em cascata, o que acelera o colapso climático.

À medida que o gelo do mar polar derrete, particularmente no Ártico, o cenário muda para um mar escuro que absorve mais calor do que o gelo branco, que reflete o calor. Na Antártida, grande parte do gelo cobre a terra, e seu derretimento eleva o nível do mar.

Eventos sem precedentes

Para o diretor do Centro de Ciências do Sistema Terrestre da Universidade Estadual da Pensilvânia, Michael Mann, o clima extremo registrado estava já vinha excedendo as previsões de forma preocupante. “O aquecimento do Ártico e da Antártida é motivo de preocupação, e o aumento de eventos climáticos extremos – dos quais estes são um exemplo – também é motivo de preocupação”, disse ele. “Os modelos climáticos projetaram o aquecimento geral, mas acreditamos que eventos extremos estão excedendo as projeções dos modelos. Esses eventos mostram a urgência da ação.”

aquecimento polos
Foto: Pixabay

LEIA MAIS:

- Publicidade -