Plantas Brasil
Foto: Mareefe | PxHere
- Publicidade -

Por Portal Vida Livre

O consumo do chá traz inúmeros benefícios para nossa saúde e bem estar. Apesar de ser conhecido sobretudo pelo seu efeito calmante, o chá possui outras funções essenciais para nossa qualidade de vida, sendo muito utilizado em dietas, por exemplo. Cada erva pode auxiliar a nossa saúde em diferentes aspectos. Dessa forma, há diversas opções de chá para tomar no dia a dia – você não precisa se limitar ao mesmo sabor sempre.

Para quem gosta de investir o tempo livre mexendo na terra, o cultivo do chá é uma ótima opção, pois além de ser prático, há a vantagem de consumir uma bebida natural, sem conservantes ou agrotóxicos, potencializando, assim, os benefícios do chá no nosso corpo.

- Publicidade -

Separamos as principais informações que você precisa para iniciar o plantio na sua casa. Confira!

Tipos de chás para plantar em casa

Essas são as melhores opções de chá para cultivar na sua casa. Veja como fazer o plantio e também como prepará-lo depois. Além disso, te apresentamos os benefícios de cada um desses chás para o organismo

Hortelã

hortelã
Foto: Pixabay

Para cultivar a hortelã, você pode comprar sementes próprias. Porém, como é uma erva comumente cultivada, há a possibilidade de conseguir um galinho de uma planta já desenvolvida. Depois, é só deixar esse galho em um recipiente com água até que ele crie raízes. Esse método chama-se estaquia. 

Lembre-se de trocar essa água pelos menos a cada dois dias e deixá-la em um local arejado e iluminado. Quando as raízes aparecerem é só realizar o plantio no canteiro ou no vaso. Não se esqueça de deixar pelo menos uns 50 cm de distância, caso haja outros cultivos.

São muitos os benefícios da hortelã, mas o principal é o auxílio na digestão. O modo de preparo do chá é simples. Coloque 300 ml de água junto com 6 ou 7 folhinhas da erva. Ferva. Depois, é só coar e servir. Atenção, crianças com menos de 6 anos, grávidas e pessoas que possuem problemas renais e refluxo, não devem tomar esse chá. 

Hibisco

hibisco chá
O hibisco é uma flor bastante comum que pode ser usada de várias maneiras na alimentação. Foto: Pixabay

O chá de hibisco é amplamente utilizado em dietas, pois estimula o metabolismo, auxiliando no emagrecimento. Também é ótimo para a pressão arterial. Contudo, se você já tem a pressão baixa, evite o consumo desse chá.

Quanto ao plantio, a maneira menos complicada é através da estaquia. Assim, é só cortar um galho e seguir o mesmo esquema do plantio da hortelã, deixando a muda a 8 cm do solo. Uma informação importante sobre esse método é que quando colocado no recipiente com água só deve ser deixado as folhas superiores, a parte inferior deve ficar livre para não interferir no crescimento das raízes.

O preparo do chá de hibisco pode ser realizado de diversas maneiras, geralmente combinando com outros ingredientes. Uma opção é utilizar 3 colheres de folhas de hibisco. Elas precisam estar secas/desidratadas. Ferva 450 ml de água com 1 pau de canela e 2 cravos-da-índia. Quando a água já estiver borbulhando, desligue o fogo e adicione as folhas de hibisco. Espere de 10 a 12 minutos. Depois é só coar e adoçar a gosto.

Lavanda

combater a ansiedade chá
Foto: Pixabay

O cultivo da lavanda também pode ser feito pela estaquia, mas o plantio por meio de sementes é bem simples. Caso você opte por ele, é só semear o conteúdo do sachê no solo já preparado, depois cubra com uma fina camada de substrato.

O chá de lavanda é ótimo para relaxar naqueles dias em que você se sente estressado e mal-humorado. Também é recomendado para aliviar dores musculares, cólica e enxaqueca. O preparo é feito por infusão. É só despejar uma colher de sopa de chá de folhas de lavandas em 500 ml de água fervendo. Deixe em repouso por cerca de 10minutos e depois coe.

Camomila

camomila benefícios chá
Os efeitos positivos da camomila vão muito além do seu poder calmante. Foto: Pixabay

Assim como o plantio da Lavanda, o da Camomila, quando realizado através de sementes, deve ser feito mais para a superfície. De resto, ele segue o plantio padrão do qual já conhecemos. Solo fértil, úmido, com uma boa quantidade de nutrientes e bem drenado.

O chá de Camomila possui efeitos calmantes e é um ótimo aliado no controle da ansiedade. Apenas tome cuidado para não exagerar no consumo, pois isso pode deixar o organismo lento e fazer o coração bater devagar. Além de poder acarretar aquela sensação de enjoo ou até mesmo vômito. O modo preparo é por infusão, seguindo o mesmo padrão dos outros chás.

Capim limão

capim limao chá
O capim limão, ou capim cidreira, pode ser usado para fazer chás, sucos e outras receitas. Foto: iStock

Além de produzir chás que ajudam na digestão e no aliviamento das mais variadas dores, o capim limão pode ser usado também para compor sucos. O seu plantio é bem simples, seguindo o padrão dos outros chás que já vimos. Recomenda-se produzir mudas antes de levar ao local definitivo, pois assim o desenvolvimento saudável é mais garantido.

As mudas de capim limão podem ser produzidas tanto com sementes quanto pelo método da estaquia. Na hora de realizar o transplante para o local definitivo, o espaçamento deve ter pelo menos 50 cm.

O modo de preparo desse chá também é por infusão. Se você quiser, pode adicionar uma rodelinha de limão para intensificar o gosto refrescante.

Erva doce

erva doce chá
Foto: Pixabay

Para plantar erva doce você tem três opções: estaquia, produção de mudas através de sementes, que serão transplantadas quando atingirem 15 cm, e plantio direto também com sementes, deixando-as próximo da superfície e colocando apenas uma fina camada de solo em cima. É interessante utilizar algum suporte depois que a planta atingir 1 metro de altura, para evitar sua quebra.

O chá desta erva possui função anti-inflamatória e analgésica, porém também serve para acalmar. Então, você pode tranquilamente combinar a erva doce com a camomila para controlar a ansiedade. O preparo também é por meio da infusão.

Alecrim

alecrim
Foto: Pixabay

O alecrim não é uma planta que exige tanta água como as demais, inclusive tome cuidado para não exceder o volume de rega. Contudo, no quesito espaço, o alecrim já é mais exigente. Por isso, é recomendado plantá-lo em um vaso profundo ou então, se for no canteiro, que seja longe dos outros cultivos. Para ter mais eficiência no desenvolvimento, é recomendado realizar o cultivo por meio de mudas, que podem ser produzidas através de sementes ou pela estaquia.

O principal benefício do chá de alecrim é seu efeito anti-oxidante e o auxílio na digestão. Assim, é uma ótima opção para incluir na sua dieta. Uma combinação interessante é o gengibre, que potencializa o efeito anti-oxidante. O modo de preparo dessa combinação também é por meio da infusão. Quando a água ferver (500 ml), desligue o fogo e adicione 1 ramo pequeno de alecrim e um gengibre descascado. Aí, é só esperar uns 10 minutos e coar.

Jasmim

jasmim chá
Foto: Pixabay

Assim como as demais ervas, o alecrim possui as três opções de plantio: sementes, mudas ou estaquia. Você pode decidir o que achar mais prático, pois os três são eficientes. A única exigência dessa planta é a iluminação que deve ser intensa, pelo menos 6 horas de luz solar direta.

O consumo do chá de jasmim também é um aliado no controle da ansiedade. Então, perceba que você não precisa se limitar ao chá de camomila quando desejar se acalmar. Além disso, esse chá também traz benefícios para a imunidade. O preparo é por meio da infusão, a cada 500 ml de água fervendo coloque 1 colher e meia de flores da planta.

Sálvia

salvia chá
Foto: Pixabay

O plantio da sálvia também não apresenta muito segredo, pode ser realizado diretamente no local definitivo de cultivo ou então pode-se produzir mudas para serem transplantadas nos primeiros sinais de germinação. Se você optar por utilizar sementes, é importante que elas sejam colocadas de 1 a 2 cm no solo. De resto o plantio é padrão, apenas tome cuidado para não exagerar na rega, pois isso pode atrapalhar no desenvolvimento da sálvia.

O chá dessa planta possui diversos benefícios medicinais, os pontos principais são os efeitos anti-inflamatórios e o auxílio na cicatrização. O preparo desse chá também pode ser realizado através da infusão. A proporção indicada é de 240 ml a cada 1 colher de sopa com as folhas da planta.

Verbena

verbena chá
Verbena Argentina. Foto: Pixabay

O chá dessa flor também é uma opção para relaxar depois de um dia difícil, auxiliando em um sono mais tranquilo. Não deve ser ingerido durante a gravidez, porém, após o nascimento, as mães podem usar para potencializar e estimular a produção do leite materno.

O cultivo da Verbena segue o padrão, pode ser realizado por meio de mudas ou sementes. Na hora de plantar, deve-se abrir um buraco de 15 a 20 cm no solo. O lado positivo dessas flores, é que elas não exigem regas tão intensas, contudo tente molhar pelo menos uma vez por dia quando o sol estiver baixo.

Para fazer o chá de verbena, é só ferver 250 ml de água com 1 colher de sopa de folhas verbena. Depois é só coar e servir.

Tomilho

tomilho
Foto: Pixabay

O plantio do Tomilho pode ser feito através de sementes ou por estaquia. Caso seja escolhido o último, deve-se cortar um ramo de 10 cm que esteja com uma aparência bem saudável. Em ambas as opções recomenda-se a produção de mudas antes do plantio definitivo, isso porque o tomilho se desenvolve melhor dessa maneira. Essa planta não deve receber regas excessivas, apenas quando o solo estiver seco.

Quanto aos benefícios do chá feito de Tomilho, destaca-se o auxílio no tratamento de doenças respiratórias e a potencialização do sistema imunológico. Para fazê-lo, é só ferver 500 ml de água com um ramo da planta. Depois, coe e espere 10 minutos para beber.

Stévia

stevia chá folha
Foto: Pixabay

O chá de stévia é diurético e ajuda a diminuir a quantidade de açúcar no sangue durante a digestão. É bem simples de fazer, ferva 250 ml de água e coloque 1 colher de sopa de folhas secas de stévia. Deixe descansar por uns 10 minutos e depois coe.

Por fim, você tem a opção de cultivar a stévia na sua casa. O plantio dessa planta segue o mesmo padrão das outras. A única informação nova que você precisa saber para o plantio da stévia é que é necessário retirar as flores, deixando apenas as folhas, pois as flores a deixam com um gosto amargo.

Aproveite os benefícios dos chás!

Como você pode ver, o cultivo dos chás que apresentamos são bem simples e práticos para realizar na sua casa. Quase todos seguem o mesmo padrão, diferindo apenas em pequenos detalhes. Agora é a sua vez de botar a mão na massa e escolher quais são as plantas que vão compor a sua farmácia natural.

É importante ressaltar que o consumo desses chás não substitui a procura de um médico, em caso de sintomas que estejam persistindo. Da mesma forma que as pessoas que sofrem de ansiedade devem procurar um psiquiatra. O chá é apenas um aliado para potencializar o funcionamento do organismo e melhorar o bem-estar.
- Publicidade -