A hora do banho é um dos momentos mais relaxantes do dia. Nesse momento, muitas pessoas gostam de esfoliar a pele usando buchas vegetais. Elas são facilmente encontradas em mercados e farmácias e, ainda melhor, podem ser cultivadas em sua própria casa.

De nome científico Luffa cylindrica, a composição da bucha possui um fruto de uma trepadeira. Utilizando esse fruto é possível usá-lo para prevenção de doenças como anemia, bronquite, asma, hemorragias, entre outras. Já no banho, ela é ótima para limpar e retirar as células mortas da pele, também ajuda a estimular a circulação sanguínea. Veja abaixo como é fácil cultivá-la em seu quintal, varanda ou terraço.

Materiais necessários:

– 1 jardineira quadrada grande de, medida 50 cm x 50 cm x 50 cm

– Terra preta

– 3 sementes de Luffa cylindrica

– 1 tesoura para podar

Preparação:

Separe os materiais, cave um buraco de dois a três centímetros no centro da jardineira e coloque as três sementes de bucha vegetal. Em seguida, cubra-as com um pouco de terra preta.

O próximo passo é regar esse material e deixar a jardineira exposta ao sol. O ideal é que esse plantio seja feito no início da primavera. Assim que começar o verão, um suporte deve ser colocado próximo à trepadeira, pois os caules vão se expandir rapidamente.

Após um ano, ou seja, no verão seguinte, a bucha estará pronta para ser colhida. Utilize a tesoura para cortar o cabinho no qual ela se prende. Tenha cuidado, pois ao arrancar a bucha com a mão você correrá o risco de danificá-la.

Retire a bucha e deixa-a em um lugar fresco e seco sobre uma folha de jornal. Poucos dias depois as sementes se soltarão. Guarde-as se quiser repetir o processo.

Dicas: Observe a casca na hora de colher. Ela estará pronta para colheita quando o tom estiver em amarelo-castanho. Tenha cuidado com a quantidade de água na hora de regar, pois se encharcar, a planta corre o risco do excesso de umidade provocar a proliferação de fungos. Caso não queira esperar o processo natural que dura alguns dias, você também pode arrancar a casca e depois bater na bucha até que as sementes se soltem.

A bucha pode ser usada também para lavar a louça. A bucha vegetal não risca e é mais difícil de ser contaminada do que uma esponja sintética tradicional, de plástico poliuretano. Além disso, ela é um produto biodegradável e pode ser compostada. Enquanto sua bucha não fica pronta, compre os modelos de bucha vegetal disponíveis no mercado para não degradar o ambiente com esponjas sintéticas. Com informações do Ecycle.

Redação CicloVivo

O vídeo abaixo mostra passo a passo como plantar a bucha:

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.