Oferecer ao seu animal de estimação uma casinha confortável é essencial. No entanto, isso não significa que seja necessário gastar muito dinheiro para dar a eles um abrigo legal. O CicloVivo separou duas dicas de casinhas feitas com materiais reaproveitados.

A primeira sugestão foi criada por Eduardo Rômulo e a ideia é tão simples e legal que já se espalhou por sites brasileiros e páginas estrangeiras. Para isto é necessário apenas: um galão de tinta vazio, tinta esmalte, lixa, rolo e pincel.

Como os galões são usados durante toda a fase de pintura, é comum que eles estejam com resquícios de tinta antiga. Portanto, o ideal é fazer a limpeza e depois retirar esse excesso de tinta com uma espátula. Feito isso, lixe a superfície para elevar a aderência da tinta esmalte, usada no artesanato.

Com um rolinho, pinte toda a parte externa da lata com tinta esmalte na cor branca. Feito isso, faça os detalhes na porta da casinha. A sugestão de Rômulo é fazer patinhas e orelhinhas, como é possível observar na imagem na galeria. Os detalhes podem ser pintados à mão ou adesivados. Para completar a casinha, coloque uma almofada ou travesseiro para que o cantinho fique aconchegante.

Outra opção para casinhas de gatos é o reaproveitamento de caixas de papelão. Elas podem ser pintadas ou mantidas na cor natural. Quanto mais grossas forem, melhor será. A sugestão é simples, basta fechar todas as abas com fita adesiva grossa e depois cortar em uma das laterais uma abertura por onde os gatos possam entrar. Para ficar mais descontraído, a porta pode ser cortada em formato de coração, conforme o exemplo do site japonês Matome Naver.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.