Os guarda-chuvas quebram com facilidade, especialmente os de pouca qualidade, que são vendidos nas ruas em dias de chuva. Quando isso acontece, jogá-los no lixo é a opção mais óbvia, porém, a designer italiana Cecilia Felli percebeu que, com os resíduos era possível criar uma peça de roupa. Assim nasceu o projeto “Umbrella skirt” (Em português, saia de guarda-chuva).

De acordo com Cecilia, o projeto surgiu de um senso de observação junto à paixão pela reciclagem. “A saia é costurada à mão. Graças ao formato, ela tem um excelente ajuste e é reforçada com os acessórios do objeto”, afirma a designer.

Uma das vantagens da saia é que ela é impermeável. Além disso, por ser feita com um tecido que, geralmente, é resistente, há grandes chances de ela ter uma boa durabilidade.

Em entrevista ao site Daqui dali, Cecilia afirma que não é preciso ser costureira: ela mesma não tem muita habilidade com as agulhas. “Não sou costureira, o formato já está pronto para ser finalizado, só precisa fazer o buraco e colocar um cinto”. Ela também lembra que o material é fácil de lavar e ressalta que é preciso tomar cuidado com o vento, pois a saia levanta fácil.

Os modelos podem ser comprados na loja virtual Supermarket, mas, como afirma a designer, o modelo é muito simples de ser feito. Veja quais os materiais necessários:

– Guarda-chuva

– Material de costura

– Elástico

– Retalho de tecido em formato de tira

Como fazer:

O primeiro passo é retirar, com cuidado, a armação do tecido do guarda-chuva. Em seguida, corte o topo do objeto e abra-o. Meça a cintura da pessoa que vai utilizar a saia e costure o elástico por dentro do tecido.  

Para finalizar, costure a tira de tecido e utilize como um cinto: esse retalho servirá para esconder o elástico e dar acabamento.

Redação CicloVivo

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.