A UNICEF (Fundo das Nações Unidas para a Infância) tem levado tecnologia às crianças de Uganda, na África, através da criação de quiosques digitais. O projeto tem como intuito aliar reciclagem e tecnologia, para que seja possível levar informação e educação às comunidades distantes e carentes.

Milhares de pessoas que habitam a região rural de Uganda não tinham acesso algum às tecnologias consideradas simples às nações desenvolvidas. No entanto, a UNICEF pretende transformar essa realidade.

Os quiosques digitais são equipados com um computador, que é movido pela energia solar obtida a partir de uma placa incorporada à central de carregamento. Além do equipamento eletrônico, a estrutura possui outro diferencial, que é o fato de ser feita a partir de galões de óleo reaproveitados, item comum e normalmente descartado no país africano.

Todos os utensílios utilizados na fabricação das centrais são obtidos localmente, o que incentiva também o desenvolvimento da região. Segundo a UNICEF este trabalho tem oferecido novas oportunidades a micro-empresas, que trabalham com baterias, estações de carregamento de celulares, digitação, impressão e empresas que prestam serviços de tecnologia da informação.

Cada quiosque custa aproximadamente seis mil dólares e é equipado com hardware, conectividade à internet e sistema de captação e utilização da energia solar. Além disso, a cada ano são gastos dois mil dólares para manter os computadores funcionando corretamente. Com informações do Inhabitat.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.