- Publicidade -

Quando se fala em energia a partir dos ventos logo se imagina grandes turbinas eólicas ocupando um vasto território. Em comparação com os painéis solares, este tipo de alternativa ainda está longe de ser acessível nas residências, mas um time de pesquisadores do Texas quer mudar esta realidade.

Um sistema batizado de “micro-moinhos”, que aproveita a energia dos ventos em aparelhos de pequeno porte, foi desenvolvido por professores de engenharia elétrica da University of Texas at Arlington, nos Estados Unidos.

Estes moinhos são compostos por uma liga de níquel e, para se ter uma ideia de como são minúsculos, cada um é dez vezes menor do que um grão de arroz. Por isso, são usadas centenas de unidades para, por exemplo, colocar no celular e gerar a energia necessária para carregá-lo.

- Publicidade -

A energia pode ser produzida tanto com a exposição ao vento quanto pelo movimento de agitar o celular. Desta forma, o usuário não correrá mais o risco de ficar com o celular descarregado em nenhum lugar que estiver.

Um dos inventores, Smitha Rao, explica que o material utilizado, a liga de níquel, é altamente resistente e flexível. Para ele, ainda há inúmeras formas de utilizar os micro-moinhos a serem descobertas. Em setembro de 2013, a tecnologia foi testada com sucesso, mas ainda não se tem informações de quando será comercializado.

Redação CicloVivo

- Publicidade -