O “Bus Hound” é um ônibus produzido na Inglaterra e movido a cocô de vaca. Além de se destacar pelo uso do combustível alternativo, a empresa fabricante do ônibus quer mostrar que ele é eficiente e rápido. Prova disso foi o recorde alcançado recentemente, quando o veículo chegou a velocidade de 123 km/h.

Em entrevista à BBC, Martijn Gilbert, diretor-executivo da Reading Buses, companhia que detém a tecnologia, explicou o funcionamento do sistema aplicado no ônibus. Segundo ele, o combustível é feito a partir de resíduos de origem animal. O material é dividido através de um processo chamado de digestão anaeróbia, em que é produzido o biogás, usado para fazer os motores funcionarem. O material fica armazenado em sete reservatórios fixos, localizados no teto do ônibus.

O Bus Hound é usado constantemente para o transporte de passageiros. Ele se diferencia dos demais por usar uma fonte renovável de energia, mas também por seu design. É muito fácil identifica-lo nas ruas, já que ele é coberto por adesivos que lembram a pele de vacas.

Por ser usado no transporte urbano, o ônibus possui um limitador de velocidade, que não permite corridas acima de 90 km/h. No entanto, com o intuito de provar a sua capacidade, a empresa o colocou em uma pista de corrida e fez o teste de velocidade. O desempenho foi considerado excelente.

“O mais importante é que queríamos mostrar que um veículo sustentável está longe de ser sujo, degradado ou lento. Nós somos modernos, rápidos e estamos na vanguarda da inovação”, disse o engenheiro-chefe da Reading Buses, Jonh Bickerton, à BBC.

Redação CicloVivo           

Avatar
Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.