google sustentabilidade
Foto: Shiwa Id | Unsplash
- Publicidade -

As mudanças climáticas já são uma realidade. Em todo o mundo, incêndios florestais, inundações, tempestades de poeira, calor extremo e seca afetam nossa saúde, nossa economia e ameaçam nosso futuro no planeta.

Além do cobrar governos e empresas por mudanças urgentes, podemos também fazer escolhas mais sustentáveis no nosso dia a dia, priorizando alternativas com um impacto ambiental menor  para os produtos que consumimos, serviços que contratamos e meios de transporte que escolhemos.

Para ajudar nestas decisões, o Google anunciou novos recursos de sustentabilidade em suas plataformas como Busca, Maps e Shopping para oferecer às pessoas opções sustentáveis na hora de se informar, se locomover pelas cidades, viajar ou fazer compras.

- Publicidade -

“O objetivo do Google é tornar a escolha sustentável mais fácil no dia-a-dia. No nível individual, essas escolhas podem parecer pequenas, mas quando as pessoas têm as ferramentas para fazê-las em escala, elas significam grandes melhorias para toda a sociedade”, disse Sundar Pichai, CEO do Google e da Alphabet.

Trânsito

Como parte da série de novos recursos e esforços lançados na área de sustentabilidade, o Google anunciou também uma parceria com a Companhia de Engenharia de Tráfego do Rio de Janeiro (CET-Rio) para ajudar a criar rotas de trânsito mais eficientes usando Inteligência Artificial (IA) e otimizar o sistema de semáforos e cruzamentos da cidade.

O objetivo é sugerir ações de melhoria no fluxo de trânsito municipal e, com isso, também promover a redução de emissões de carbono ao longo do tempo.

Liderado por engenheiros do Google, o projeto piloto tem como foco estudar e prever condições do tráfego e o tempo gasto nos cruzamentos nas cidades e, a partir desses dados de mobilidade, treinar modelos baseados em IA para melhorar e coordenar o fluxo de trânsito nas cidades.

Novas funcionalidades

google sustentabilidade
Foto: Benjamin Dada | Unsplash

Viagens e compras

A partir de agora, a empresa vai trazer informações sobre emissões de carbono para o Google Voos.  As pessoas poderão conferir as emissões de carbono associadas por assento para cada voo consultado e encontrar rapidamente opções mais sustentáveis, de baixo carbono. 

Ao pesquisar hotéis, será possível também ver informações sobre os esforços de sustentabilidade de cada local, desde redução de resíduos e medidas de conservação de água até se eles são certificados por organizações especializadas e independentes, como a Green Key ou EarthCheck .

Na hora de fazer compras e pesquisar na área de Shopping, as pessoas também começarão a ver sugestões mais sustentáveis para produtos que consomem muita energia, como fornos, lava-louças ou aquecedores de água. Esse recurso ainda não tem previsão para o Brasil. 

Rotas mais sustentáveis

Google Maps rotas emissões carbono
Quando o tempo entre duas rotas for diferente, o Google Maps vai informar sobre a alteração e a diferença nas emissões, para que o usuário escolha. Foto: Divulgação

Para buscas feitas nos EUA e, em breve, em outros países, o Google Maps permitirá que as pessoas escolham a rota com as menores emissões de carbono, se ainda não for a mais rápida. É estimado que isso possa economizar mais de um milhão de toneladas de emissões de carbono por ano – o equivalente a remover mais de 200.000 carros das estradas – e economizar dinheiro ao reduzir o consumo de combustível. 

Na Busca, será mais fácil ver as opções de veículos híbridos e elétricos, compará-los com os modelos movidos a gás e encontrar descontos para que você saiba o verdadeiro custo antes de comprar. Esses recursos começarão a ser lançados nos EUA neste ano, e mais em 2022.

Menos carro, mais bicicletas

A escolha mais sustentável nem sempre envolve um carro. Por isso a plataforma trará um novo tipo navegação para ciclistas no Maps. Na nova navegação, os ciclistas poderão ver rapidamente detalhes importantes sobre sua rota sem a necessidade de manter a tela ligada ou entrar na navegação passo a passo.

pedalar
Foto: Matthew LeJune | Unsplash

Assim, os ciclistas poderão acompanhar o andamento da viagem, ver a atualização da sua rota em tempo real e até saber se há alguma elevação no caminho num piscar de olhos. Ela será implementada em todos os locais que já tem rota de navegação para bicicletas, no Android e iOS nos próximos meses, incluindo o Brasil.

O Google também anunciou a expansão do serviço de informação sobre estações de bicicletas compartilhadas no Maps para mais 300 cidades pelo mundo. No ano passado, o serviço entrou no ar em São Paulo, Rio de Janeiro e, agora em 2021, em Recife. A ideia é ajudar usuários de mais cidades ao redor do planeta onde esse recurso está disponível a encontrar estações e saber quantas bicicletas estão livres naquele momento.

- Publicidade -