- Publicidade -

Um novo modelo ecológico de motocicleta está em desenvolvimento. O veículo pode ser capaz de atingir mais de 680 km/h, sendo alimentada por uma turbina de pós-combustão, que por sua vez foi baseada em um rotor de helicóptero.

O modelo é uma criação de pesquisadores da Universidade de Huddersfield, na Inglaterra, e do recordista mundial de velocidade sobre duas rodas, Richard Brown. O motociclista já desenvolvia seus próprios testes de aerodinâmica quando contratou os professores Rakesh Mishra e Taimoor Asim da universidade britânica.

Durante três meses os especialistas fizeram análises sobre as maneiras como o ar pode fluir ao redor da moto. Foi necessária uma série de simulações em um supercomputador para criar o projeto da moto ecológica e turbinada. Com o processo de captura de pós-combustão pode ser evitado que 80% a 90% das emissões de um motor cheguem à atmosfera.

- Publicidade -

Após a avaliação dos pesquisadores acadêmicos, a análise foi enviada para Brown. O objetivo dos cientistas era estudar o efeito aerodinâmico sobre a moto ao atingir a velocidade recorde. Só a partir dos resultados é que ele seguiu com o projeto de construção da moto.

O motociclista está acostumado a quebrar recordes de velocidade. Com o novo modelo, ainda em fase de testes, ele pretende bater o recorde na África do Sul em 2013. Seu maior recorde foi alcançado em 1999, mas equipes americanas superaram a velocidade de 587 km/h, em 2006. O objetivo de Brown é obter seu recorde de volta. Com informações do Techtudo.

Redação CicloVivo

- Publicidade -