- Publicidade -

A Ford deu inicio à produção do Focus Electric na fábrica de Saarlouis, na Alemanha. O modelo, com emissões zero, encabeça a linha de veículos elétricos e altamente eficientes da Ford na Europa, que será acompanhado pelo lançamento do híbrido plug-in C-MAX Energi e do novo Mondeo Hybrid.

Desenvolvido como veículo global dentro do plano One Ford, o Focus Electric tem um conjunto avançado de motor elétrico e bateria de íons de lítio que gera 143 cv e atinge a velocidade máxima de 136 km/h. Ele é produzido na América do Norte desde dezembro de 2011 e estará disponível para os consumidores europeus a partir de agosto próximo.

"O Focus Electric marca o começo de uma era nova e empolgante de carros de passageiros totalmente elétricos na Ford na Europa", diz Barb Samardzich, vice-presidente de Desenvolvimento do Produto da Ford Europa. "É um carro que atende as necessidades de mobilidade e as preocupações ambientais dos consumidores de hoje do modo mais direto possível – combinando desempenho e tecnologia avançada com emissões zero."

- Publicidade -

A empresa investiu 16 milhões de Euros para integrar a produção do Focus Electric à linha atual do Focus na fábrica de Saarlouis, com flexibilidade para reagir à demanda do mercado e aumentar os volumes de produção.

"Estamos dando aos consumidores o poder de escolher o que é melhor as suas necessidades: um motor convencional com consumo eficiente ou um veículo elétrico”, diz Bernhard Mattes, presidente da Ford Alemanha.

O novo Focus Electric é o primeiro veículo totalmente elétrico produzido em uma linha de alto volume na Alemanha. Ele é equipado com um carregador de bordo totalmente integrado de 6,6 kW, que oferece uma autonomia de cerca de 100 km com carga de 2 ou 3 horas, ou autonomia de 150 km com carga de 3 a 4 horas em uma fonte de 32 A. O tempo de recarga pode variar com as condições climáticas e uso do veículo.

O Focus Electric traz um novo painel chamado SmartGauge, que calcula e informa a autonomia do veículo com a energia disponível, considerando o estilo de direção do motorista, dados de frenagem e aceleração e o uso de acessórios como ar-condicionado e sistema de som.

 

Ele também é equipado com um sistema sofisticado de frenagem regenerativa que recupera até 95% da energia cinética normalmente perdida durante a frenagem e com um sistema que orienta o motorista a usar o freio gradualmente de modo a gerar mais energia para a bateria.

- Publicidade -