- Publicidade -

A empresa japonesa Japan-based ZENA Systems pretende se tornar referência na produção de energia eólica. O projeto da companhia consiste em desenhar uma enorme torre de geração de energia eólica. A construção seria essencialmente hexagonal com 50 metros de altura, que atuaria como uma concha grande, capaz de comprimir o vento em todas as direções. Essa estrutura faz com que o ar corra através de uma série de geradores fixados em terra.

A operação se realiza como uma técnica de compressão de três pontos que capta o vento de qualquer direção, comprime e o acelera através de um túnel de vento no meio da torre hexagonal.

Por causa do design em concha o ar flui para baixo em uma série de turbinas. Quando chega à torre, a energia do vento é convertida em eletricidade. O dispositivo em estudo é um novo sistema de armazenamento usado para estocar a energia gerada pelo sistema de torres eólicas, através da solução de vanádio concentrado diluído com água nano e água pura.

- Publicidade -

Segundo a empresa, o sistema como um todo não é limitado pela teoria do valor-limite de Betz, que afirma que a energia máxima teórica que uma turbina eólica pode captar não pode ser mais de 59,3 % da energia cinética. O projeto japonês pretende deixar para trás as limitações impostas à captação de energia através da força dos ventos.

Além da estrutura inovadora, a empresa japonesa incluiu no projeto uma estação de dessanilização e um centro de visitação.

Siga as últimas notícias do CicloVivo no Twitter

- Publicidade -