A maior turbina eólica do mundo está prestes a ser montada na Dinamarca. De acordo com os fabricantes, cada uma das pás mede 75 metros de comprimento, sendo três delas o rotor de 154 metros de uma usina protótipo.

A empresa Siemens é a responsável pela construção da turbina no campo de Osterild, em solo dinamarquês. A energia eólica produzida pela máquina deve alcançar 18.600 metros quadrados, segundo o planejamento. Para se ter uma ideia, esta área é equivalente a quase 2,5 campos de futebol.

Quando a turbina estiver girando a 10 metros por segundos será extraída a energia de 200 toneladas de ar por segundo. Cada pá da estrutura foi fabricada em um molde único, devido às forças a que a turbina estará sujeita. Acredita-se que seja o maior componente individual de fibra de vidro já produzido.

Na construção das pás foram incorporados alguns avanços desde o material utilizado, passando pelo projeto aerodinâmico, até a técnica usada para a fabricação. Consequentemente, houve diminuição de 20% no peso da máquina. A principal vantagem desse processo foi a redução das exigências sobre as fundações, necessárias para a instalação das turbinas.

A fabricação dos equipamentos eólicos vem se aprimorando ao longo do tempo. Há 30 anos, por exemplo, uma turbina tinha um rotor de dez metros e era capazes de gerar 30 kW de energia. Já o modelo construído pela Siemens terá um rotor de 154 metros e deverá produzir seis megawatts, uma capacidade 200 vezes maior. Com informações do Inovação Tecnológica.

Redação CicloVivo

Arquiteta e urbanista com formação em desenvolvimento sustentável pela University of New South Wales, em Sidney, Austrália. Fundou o CicloVivo em 2010 com a proposta de falar sobre sustentabilidade de forma divertida e descomplicada. Acredita que o bom exemplo é a melhor maneira de influenciar pessoas e que a simplicidade é a chave para vivermos em harmonia.